Favoritos

bethânia says

por   /  29/04/2008  /  20:33

Que destino ou maldição
Manda em nós, meu coração,
Um do outro assim perdidos?

Somos dois gritos calados,
Dois fados desencontrados,
Dois amantes desunidos

Por ti sofro e vou morrendo
Não te encontro, não te entendo,
Amo e odeio sem razão

Coração quando te cansas
Das nossas mortas esperanças
Quando páras coração?

Nesta luta, nesta agonia
Canto e choro todo dia
Sou feliz e desgraçada

Que sina tua meu peito
Que nunca estás satisfeito
Que dás tudo e não tens nada

Ó gelada solidão
Que tu me dás coração
Não é vida nem é morte

É lucidez, desatino
De ler no próprio destino
Sem poder mudar-lhe a sorte

 * a foto é de emma cherry

e aqui amália rodrigues canta:

amor  ·  fotografia  ·  música

#viradacultural

por   /  28/04/2008  /  23:07

luiz melodia cantando o “pérola negra” foi um das coisas mais bonitas que eu já vi na vida. emoção atrás de emoção. sabe quando você fica arrepiada, cheia de lágrimas nos olhos? pois então. foi bem isso.

aí depois teve gal. e ela só cantou hits, o que eu acho mais que apropriado, sabe? nada de mostrar música nova. o povo quer cantar “vapor barato” seguida de “aquarela do brasil”! em vários momentos, fiquei emocionada de novo.

donde concluo: sou emo.

no domingo de sol (e vamos combinar que três dias seguidos de céu azul, azulzinho é uma bênção por aqui, né?), teve orquestra imperial, que combina com aquele clima gostoso de todo mundo na rua. combina com a cervejinha, os papos aleatórios. e a orquestra ainda manda uns recados de análise pra você. de graça. merece respeito.

fernanda takai é aquela coisa fofa, mas eu bem que preferia ver o show sentada, no teatro.

é, são paulo, você é bem legal com seus retirantes e habitantes. que na virada 2009, levem a sério a minha campanha _sobre a qual vocês saberão no próximo post.