Favoritos

sobre a vida "incrível"

por   /  11/12/2008  /  15:21

Para Svenden, contra o tédio, ainda não inventamos nada melhor do que o remédio do Romantismo: uma mistura de anestesia (drogas lícitas e ilícitas) com transgressões que deveriam provar que estamos vivendo grandes aventuras e experiências “incríveis”. (…) O tédio moderno é uma forma de arrogância: a vida é chata porque nós seríamos maiores que sua suposta trivialidade insossa; tendemos a menosprezar o cenário onde nos toca viver, como se ele fosse demasiado banal para nossas façanhas

Contardo Calligaris

perda de tempo

por   /  11/12/2008  /  8:50

Unless it is mad, passionate, extraordinary love, it’s a waste of time. There are too many mediocre things in life—love should not be one of them

Autor desconhecido