Favoritos

guerrilla poetry

por   /  10/04/2012  /  1:42

Em vez de propaganda, poesia. E reflexões sobre como a gente ocupa a cidade e consome tudo desenfreadamente.

O artista Robert Montgomery muda a paisagem de cidades escrevendo em grandes outdoors e letreiros luminosos mensagens que a gente não espera encontrar.

Elas falam de amor, do fracasso do capitalismo, de fantasmas, da vida. Carregam um tanto de descrença e melancolia, mas são capazes de fazer o que, imagino eu, seja um dos objetivos dele: a gente parar, pensar e querer mudar.

Mais em > http://www.robertmontgomery.org/

Via

fotos lindas: andré takeda

por   /  10/04/2012  /  1:04

Quando a internet se resumia ao Cadê, ao mIRC e a uns 30 blogs, eu acompanhava sempre o André Takeda.

Gostava dos seus textos sobre música, adorava suas fotos e li numa tarde de sábado o “O Clube dos Corações Solitários”, que fazia tanto, mas tanto sentido!

O tempo passou, e a internet virou essa coisa impossível de acompanhar. Mas ainda bem que ela nos trouxe o Twitter, que nos dá em drops lembranças de gente que a gente curte antes mesmo de curtir se transformar no grande verbo da rede mundial de computadores.

Foi num desses drops que um dia o @andretakeda postou o link pro seu portfólio.

E eu pensei: o tempo passou, tanta coisa mudou, e as fotos dele continuam lindas.

Olhei mais um pouquinho e percebi: elas estão ainda melhores.

Acompanhem > http://andretakeda.500px.com/

 

 

amor  ·  fotografia  ·  literatura  ·  música

música do dia: the only place, do best coast

por   /  10/04/2012  /  0:24

Best Coast é uma daquelas bandas que conseguem deixar o dia da gente mais feliz. Eles rimam honey com you’re so funny, acrescentam mais umas cinco, dez palavras (e as repetem quase o tempo todo), e a gente passa dias e dias cantarolando por aí  ♥

Em maio, eles lançam disco novo. Enquanto a gente espera, já dá pra ouvir o primeiro single, “The only place”, um hino de amor à Califórnia.

Mais em > http://www.bestcoast.us/

We were born with sun in our teeth and in our hair
When we get bored we like to sit around, sit around and stare
At the mountains, at the birds, at the ocean, at the trees
We have fun, we have fun, we have fun when we please

We wake up with the sun in our eyes
It’s no surprise that we get so much done
But we always, yes we always, we always have fun
Yes we always, yes we always, we always have fun

Why would you live anywhere else?
Why would you live anywhere else?
We’ve got the ocean, got the babes
Got the sun, we’ve got the waves
This is the only place for me

So leave your cold behind
We’re gonna make it to the beach on time
Yeah leave the cold behind
We’re gonna make it to the beach on time

amor  ·  fotografia  ·  música

voltamos à nossa programação normal

por   /  10/04/2012  /  0:03

Queridos, o Don’t Touch não foi abandonado!

O que aconteceu foi que o blog passou por problemas técnicos bem graves, e eu fiquei sem conseguir postar desde então.

Morri de saudade, viu?

Mas agora estou de volta com inspiração total pra encher os dias da gente com muita coisa linda! ♥

Pra retomar os trabalhos, escolhi essa foto festiva de Brittany Harrold

amor  ·  fotografia