Favoritos

madrid

por   /  20/06/2012  /  11:35

Madrid é a nova banda nova do Adriano Cintra, desta vez em parceria com a Marina Vello. Ele, ex-CSS, ela, ex-Bonde do Rolê. Juntos, fazem um som bem diferente de antes _e MUITO bom!

No lugar da festa, da música que funciona em pista, eles pegam violão e piano e fazem canções, daquelas que a gente vai ouvir em casa num dia de chuva _e na rua, de madrugada, também. Foi nesse último contexto que vi o show deles no Bar Secreto, na semana passada. No vídeo abaixo dá pra sentir a vibe  =)

A Noize fez uma entrevista com a dupla _e uma das fotos que aparece é essa que ilustra o post, feita pelo Rafael Kent. Um trechinho: “Eu tinha uma banda [CSS] com quatro energúmenas, que não sabiam fazer nada, então eu tinha que fazer tudo. Quando eu sentei com a Marina [Vello] eu falei: Nossa, amém. (…) Chega de ficar carregando as pessoas nas costas. Isso é um saco”.

Leiam > http://issuu.com/noize/docs/noize54_junho_2012/52

Ouçam as músicas > http://wearemadrid.co.uk/64706/music

Acompanhem > https://www.facebook.com/madridsongs

amor  ·  fotografia  ·  internet  ·  jornalismo  ·  música

1 livro: bonsai

por   /  20/06/2012  /  10:58

Façam uma coisa boa por vocês hoje: vão a uma livraria e comprem “Bonsai”, de Alejandro Zambra. É um dos livros mais bonitos que li nesses últimos meses (tô hiperbólica hoje, né? não reparem). Fala de amor, de literatura, de amor pela literatura, de como a gente se acha e se perde. É demais! ♥

 

amor  ·  literatura

o inferno de danton

por   /  20/06/2012  /  10:26

Uma das coisas mais geniais que encontrei na internet nos últimos tempos: “Danton”, um quadrinho escrito por Vinícius Perez e ilustrado por Niege Borges.

O autor explica, em seu blog: “O protagonista presente nas 16 páginas da publicação online é Danton Mello, o irmão de Selton Mello (me dói te designar assim, bicho, my bad). ‘Danton’ é, basicamente, mais um dia ruim de uma temporada ruim na vida do Danton e sua jornada pelo mundo do entretenimento. Uma resenha (a única até agora) resumiu a narrativa como ‘uma homenagem nada lisonjeira’, enquanto amigos e família dos responsáveis pelo projeto usaram termos como ‘espírito de porco’ e ‘mal intencionado’ em suas críticas. É uma pena, já que a intenção é a oposta: Danton não é o saco de pancada de uma piadinha sádica. Pelo menos não só isso. Ele é o representante do irmão do meio, o fantasma de uma humilhação na quinta-série, o paladino daquele sentimento constante de inadequação que fica sempre por perto tentando te sabotar. É até bom que isso se perca e que alguns entendam como um bullying (palavra do público essa, eu não ousaria fazer isso com vocês) com o ator: só quer dizer que as passagens quase autobiográficas do autor não são percebidas. O lado ruim são os medos consequentes disso: magoar o Danton Mello de verdade e ser processado pelo Danton Mello de verdade. Não exatamente nessa ordem: ser processado tira mais o sono (o autor se preocupa mais com a sua situação monetária do que com os sentimentos de terceiros, mas ainda assim se preocupa com os sentimentos de terceiros).”

Apreciem, por favor! > http://oinfernodedanton.tumblr.com/

 

amor  ·  auto-ajuda  ·  internet  ·  literatura

música do dia: two cousins

por   /  20/06/2012  /  10:14

Tô apaixonada por “Two cousins”, música linda do Slow Club ♥

Two lost cousins
And one new watch
A chauffeur-driven dream
Told us where to drop
All of our feelings
They’re in the Porsche
So no one could avoid
So no one could avoid

Hold on
To where you’re from
It’s where your heart goes
When you’re done

So let’s say
“I’ll come another day”
And maybe you’ll understand
I look into your eyes
And you don’t know who I am

Did you scream it?
Honey, from the gal
My day just got misted
And the purple’s talking down
Meetings in the desert
We want him to hear about
We want him to hear about
But I guess it’s too late now

Hold on
To where you’re from
It’s where your heart goes
When you’re done

First it wasn’t easy
But seconds coming back
I’ve got a third upon my shoulder
And look it’s on my back

So let’s say
“I’ll come another day”
And maybe you’ll understand
I look into your eyes
You don’t know who I am
I’ll come another day
And maybe you’ll understand
I look into your eyes
You don’t know who I am

Mais em > https://www.facebook.com/slowclub

amor  ·  fotografia  ·  música  ·  vídeo