Favoritos

fratura exposta, por camilla costa

por   /  02/07/2012  /  11:41

Queridos, faz um tempo que quero retomar a Fratura Exposta, uma partezinha desse blog de que a gente tanto gosta  ♥

Algumas pessoas me mandaram e-mail pra participar do Fratura, eu os marquei com estrelinha pra responder depois e acabei não fazendo isso. Peço desculpas e digo a vocês que o Fratura voltou, então podem me mandar textos (ou reenviar os que vocês já mandaram)!

_________________________________________________________________________________________

Uma mente sem lembranças, por Camilla Costa

No dia seguinte, uma segunda-feira, ele veio falar comigo no MSN.

– Como foi o fim de semana?, perguntou, e eu não acreditei.

Desafiei e perguntei de volta.

– Foi bom. E o seu? Se divertiu?

– Foi interessante – Que resposta mais descarada.

Quem nunca tentou acalmar a própria raiva rindo da mais pura incredulidade, que atire a primeira pedra. Ri na cara do computador como quando preciso jogar um copo de água fria na panela de macarrão porque a água fervendo começa a transbordar. Não funcionou. Com o macarrão eu também ajo sempre quando já é tarde demais.

E aí ele disse que sentiu saudades de mim. Que sentiu. saudades. de mim. Durante o fim-de-semana em que ele havia acabado de passar dormindo com uma semi-amiga minha, hospedado na casa de outros amigos meus. Foi o momento em que decidi não jogar mais o copo de água fria.

“O que você acha que eu sou”, eu disse. “Não sou sua amiga, não quero ser sua amiga.” Por mim água da panela queimava era tudo logo.

Seja como for, me lembrarei da satisfação de, ao menos desta vez, conseguir dizer na hora tudo o que eu queria. Era como um bom script cinematográfico de briga.

– Você acaba de chegar da cama de outra pessoa. Eu sei e você sabe que eu sei. Não diga que teve saudades de mim. Isso me machuca, me irrita e me confunde.

E na verdade, eu o entendia. Isso é o que ninguém conta sobre a empatia, a parte chata. De vez em quando é difícil se colocar de volta na sua própria pele e lembrar que a sua lealdade tem que estar do seu próprio lado. Repassei a lista de razões pelas quais pode mesmo ter sido um tanto desconfortável para ele a viagem romântica de fim de semana. E de repente pareceu que ele estava falando a verdade. Ele realmente sentiu alguma saudade de mim. Tive uma pena inoportuna de nós dois.

– Eu sou idiota. – ele disse, quando terminei meu monólogo bem improvisado.

– É, é mesmo.

Lembro de ter saído do MSN e de casa. Provavelmente chorei um pouco no quarto, arrumando qualquer coisa na bolsa ou no cabelo para sair. Não lembro bem para onde fui.

______________________________________________________________________

A foto é minha, tirada do filme “Brilho Eterno de uma Mente sem Lembranças” no último sábado de madrugada  =)

amor  ·  cinema  ·  especial don't touch  ·  fotografia  ·  fratura exposta

instagram fora do ar

por   /  02/07/2012  /  10:31

O Instagram ficou fora do ar por várias horas do fim de semana, após uma tempestade elétrica atingir o Estado da Virginia, nos Estados Unidos, onde ficam os servidores que armazenam os dados da empresa.

Para onde foram todas as fotos que do sábado ensolarado, da feijoada deliciosa?

A pane deu origem ao #instagramporescrito, com pérolas como “meus cachorros dormindo depois do almoço, filtro walden”.

Vejam aqui > https://twitter.com/#!/search/%23instagramporescrito

E a imagens do tipo:

Aproveitei e fiz a minha, que é a que abre esse post e fala de uma das coisas que a gente adora fazer no Instagram: olhar a vida dos outros.

amor  ·  auto-ajuda  ·  design  ·  fotografia  ·  internet

auto-ajuda do dia

por   /  02/07/2012  /  9:57

Da fanpage da Contente > https://www.facebook.com/contente.vc

Começou a circular por nossas timelines essa imagem, que logo ganhou muitos likes. Retrato nítido de uma angústia incessante, provocada por termos tanto acesso à vida virtual dos outros, por sabermos tanto o que nossos amigos estão fazendo _e, talvez, nem sempre curtindo nossas próprias escolhas e vivências reais. Essa angústia tem nome: fomo, sigla em inglês para fear of missing out. (algo como medo de perder, sensação de ficar por fora). A simpática imagem abaixo parece sugerir um antídoto para essa sensação. E esse assunto segue no nosso radar 🙂

amor  ·  auto-ajuda  ·  internet