Favoritos

cafofo sessions #4: ivana arruda leite

por   /  06/09/2010  /  0:13

Ivana Arruda Leite é uma das pessoas mais lindas que já conheci na vida. Primeiro, encontrei um tanto dela no “Alameda Santos”, que eu devorei em uma noite de sábado. Depois, em “Hotel Novo Mundo”, que eu não queria acabar por nada, mas precisei fazê-lo tão rapidamente quanto o primeiro, porque a literatura de Ivana é urgente. Ela fala de amor, de vida real, de tudo que a gente procura e poucas vezes acha com tanta verdade e tanta intensidade.

Em junho, eu e Leal entrevistamos Ivana, e Romero e Léo, da Dulaya, gravaram mais uma edição do Cafofo Sessions. Fazia friiiiio, a gente tomava uma cervejinha enquanto conversava sobre literatura, influências, internet, amor, um monte de coisa. Foi uma tarde de sábado que começou no Bar do Biu, na companhia da querida Bebel, filha de Ivana, seguiu para nosso prédio em Pinheiros, que já guarda tanta história, continou na forma de uma conversa maravilhosa e depois ficou na cabeça por dias, porque tanta coisa dita ali faz tanto sentido, diz tanto sobre ela, sobre a gente, sobre todo mundo que vive de verdade a vida…

E então é isso. Aqui estamos nós com mais uma edição do Cafofo Sessions, que ganhou a edição mais linda dos últimos tempos! A gente espera que vocês gostem tanto de ver o Cafofo quanto a gente gostou de fazê-lo!  =)

Erramos uma letrinha: o agradecimento é para Rodrigo Levino

19 Comentários Deixe seu Comentário

  • Ivana Arruda Leite • 6.09.2010 @ 08:49 responder

    Dani, do céu! Morri! Ou melhor, posso morrer porque esse vídeo me perpetuará. É essa Ivana que você captou que eu quero ser pra sempre. Sempre que eu me esquecer de mim, voltarei aqui e verei essa coisa linda que você e esses meninos tão legais fizeram de mim. AMEI! beijos enternecidos pra vocês todos e pra você, especialmente. MINHA LINDA!

  • Ivana Arruda Leite • 6.09.2010 @ 09:16 responder

    O comentário foi feito com tanta emoção que saiu péssimo. Caprichando: Dani, do céu! Morri! Ou melhor, posso morrer porque esse vídeo me perpetuará. É essa a Ivana que eu quero ser pra sempre. E se eu um dia eu esquecer quem sou (coisa que acontece com frequência), voltarei aqui pra rever essa maravilha que você e seus meninos maravilhosos fizeram por mim. AMEI! Beijos enternecidos pra vocês todos e pra você, especialmente. MINHA LINDA!

  • letícia • 6.09.2010 @ 09:55 responder

    “o que você coloca no twitter é um conto a menos, talvez um romance a menos”. verdade.
    adorei a Ivana. parabéns pelo projeto.

  • sonia alves dias • 6.09.2010 @ 10:31 responder

    Muito bom Dani… até pq a Doidivana não é gente como a gente, pois ainda estamos curtidas nos fluídos, presas na agenda afetiva e realmente não dá pra ser feliz diariamente…

  • Samla • 6.09.2010 @ 13:05 responder

    Depois desta entrevista é impossível não se apaixonar pela Ivana. Eu me apaixonei, pelo menos.

  • Bárbara Lyra • 6.09.2010 @ 15:47 responder

    Lindo!

  • Higgo • 6.09.2010 @ 17:58 responder

    Taí uma pessoa que você sente orgulho de gostar. A Ivana é muito, muito especial.

  • Vinicius Ribeiro • 6.09.2010 @ 20:14 responder

    Dani, que coisa mais linda!

    Não conhecia Ivana, erro que darei um jeito urgentemente!

    Adorei!

  • fatima • 7.09.2010 @ 03:09 responder

    Excelente entrevista com esta nossa grande escritora!
    Abraço daqui do litoral sul de Santa Catarina

  • Thiago Pethit • 7.09.2010 @ 13:50 responder

    Nossa! Dani, estou arrepiado. Que coisa linda. Que maravilha este papo… é uma pequena grande aula, este cafofo!
    Lindimais.
    Parabéns.
    un beso

  • Luciano Serafim • 8.09.2010 @ 11:41 responder

    Galera, parabéns é pouco! MARAVILHOSA entrevista! Principalmente porque vocês deram voz à entrevistada, deixaram Ivana falar… Isso que é ser entrevistador show, não aquele tagarela do Jô Soares! Dá para perceber que ela está super à vontade para fazer aquelas revelações, falar com tanta lucidez, sem atropelos! Todo aspirante a escritor TEM QUE ver essa entrevista!

    Abraços!

  • Regis Lavie • 9.09.2010 @ 10:38 responder

    Adorei conhecer um pouco mais dessa pessoa maravilhoisa! Parabéns!

  • fernanda giulietti • 9.09.2010 @ 11:52 responder

    pena que foi tão rápido!

  • Mari Hauer • 11.09.2010 @ 12:38 responder

    Dani, que coisa mais linda essa entrevista com a Ivana! Me apaixonei!

    É tanta verdade junta, tanta coisa que desperta o que nos faz vivos que dá pra assistir uma vez por dia, antes de começar tudo, ou antes de terminar qualquer coisa!

    Dizer também que sou apaixonada pelo Don’t Touch. Passo por aqui quase todo dia pra suspirar… Vc faz um trabalho lindo!

    Um beijo,

  • Juliana • 11.09.2010 @ 22:18 responder

    Dani, que lindo isso. Amei a entrevista! Não conhecia a Ivana, vou procurar o livro dela e tratar de mergulhar nessas páginas, pelo que vi no vídeo dever ser muito bom! Beijocas, saudades, Ju

  • Lima • 12.09.2010 @ 16:37 responder

    Sou muito fã, da sensibilidade e dos belos textos. Que figuraça!

Deixe seu comentário