Favoritos

Posts da categoria "amor"

Os últimos a lembrar do mundo antes da internet

por   /  05/12/2014  /  9:09

etna_11

Somos, esses nascidos antes de 1985, imigrantes digitais, a última geração que vai lembrar do mundo antes da internet.

We have in this brief historical moment… A very rare opportunity… These are the few days when we can still notice the difference between Before and After… There’s a single difference that we feel most keenly; and it’s also the difference that future generations will find hardest to grasp. That is the end of absence – the loss of lack. The daydreaming silences in our lives are filled; the burning solitudes are extinguished.

Michael Harris, em “The end of absence”.

A foto é de @etna_11

amor  ·  fotografia  ·  internet

Para conhecer melhor o Recife

por   /  03/12/2014  /  18:18

bozo

Sempre que a gente sai do circuito turistão em uma viagem, dá uma sensação de que soubemos aproveitar mais, né? É ótimo conhecer os lugares clássicos, claro, mas descobrir aqueles cantinhos que só os locais conhecem deixa tudo com mais graça. Sou do Recife, como vocês sabem. Saí de lá há um tempo, então sempre que alguém vai visitar a cidade e me pergunta o que fazer, acabo dando as mesmas dicas, centradas em pontos turísticos e comidas deliciosas. Às vezes acrescento alguma dica de amigos que falam de um lugar novo, contam de um artista – e adoro essa informação que chega filtrada.

Foi nesse esquema que acabei conhecendo dois artistas pernambucanos: Bozó Bacamarte, grafiteiro, e Danilo Galvão, fotógrafo. Eles são os guias da versão Recife do Boletim #Urbano, uma iniciativa da Natura que, desde julho, convida artistas da cena de arte urbana pra indicar os lugares mais legais de cidades como São Paulo, Curitiba, Salvador, Rio, entre outras.

Bozó Bacamarte é grafiteiro e enche as ruas da cidade com sua arte que fala do povo nordestino, de suas lutas e de seus humores. Influenciado por Banksy e Samico (um dos meus artistas preferidos), ele começa o roteiro indicando uma parada na avenida Visconde de Suassuna. “Existe um painel gigantesco nessa avenida com grafites de uma galera de Recife e do Nordeste. É legal pra visitar, tirar foto, apreciar um pouco da arte urbana.”

A próxima parada no roteiro é do fotógrafo Danilo Galvão. “Preciso me movimentar na cidade se não ela vai me engolir. Gosto de caminhar, isso me motiva a registrar as relações que eu encontro com cada momento”, diz. Um dos lugares preferidos para fazer isso é a rua da Aurora, aquela dos casarios coloridos, de frente para o rio Capibaribe, ideal para passear a pé ou de bicicleta. É lá também que fica o Mamam (Museu de Arte Moderna Aloísio Magalhães), um antigo casarão do século 19 que recebe exposições bem interessantes em seus três andares.

O roteiro continua, e vocês descobrem por onde acessando a página do Boletim #Urbano. Assinem a newsletter para ver os roteiros anteriores e ficar por dentro dos próximos! www.natura.com.br/www/nossas-marcas/urbano

O Boletim é uma iniciativa da Natura para divulgar #Urbano, sua nova fragrância masculina, que convida a todos a enxergarem os centros sob a perspectiva da arte urbana, valorizando a surpresa, o inesperado, o despertar do olhar. Nessa pegada, a marca também fez o #urbanoaovivo, em que 20 artistas criaram a partir de sugestões enviadas pelo Twitter. As mais de 1500 interações renderam 130 telas, que vocês podem ver no site www.natura.com.br/urbano

Danilo Galvão

* Este post é um publieditorial.

Um monte de coisa linda no Instagram

por   /  03/12/2014  /  9:09

sd

Um monte de coisa linda que achei no Instagram!

Aliás, vocês já seguem o Don’t Touch por lá? www.instagram.com/donttouchmymoleskine

Pra começar, não tenha medo do oceano, por @sejkko

livro

Ler juntinho. Do @theacademynewyork

dream

Para lembrar sempre! Da @anastrumpf

s

Um passaporte, por favor! Por @inayali

hans

Para refletir. Por @hansulrichobrist

nicanor

Respiro. Por @nicanorgarcia

time

Contagem. Do @taxiamarelony

karen

Oi, dezembro! Fofo demais o #calendáriosonoro feito por @karenhofstetter, @lucianaelaiuy e @musiquice!

macenzo

Bom dia! Que seja colorido assim, como na foto do @macenzo

amor  ·  arte  ·  fotografia

Eu queria que o tempo não fosse uma contagem passando

por   /  27/11/2014  /  9:09

Luiza Potiens

Eu queria que o tempo não fosse uma contagem passando, eu queria que fosse todas as pessoas que amo, juntas, plenamente conscientes da maravilha de nos amarmos uns aos outros. Pelo meio das pessoas que amo, eu queria que o tempo fosse também algumas paisagens, água limpa, o sol, muitos livros, muitos quadros, muitos discos. Mangas, morangos, bananas, chocolates. Pássaros e cachorros pequenos do tamanho de bonecos que podemos embalar no colo.

Notas incompletas sobre assuntos do tempo, por Valter Hugo de Mãe.

A foto é da Luiza Potiens.

[Obrigada, Alessandra Leão, por compartilhar!]

amor  ·  fotografia  ·  literatura

As lições de Tina Roth Eisenberg

por   /  26/11/2014  /  8:08

Tina

Foi fazer um sabático sem clientes e nunca mais voltou pra eles. Em entrevista para o blog da Contente, a trajetória de Tina Roth Eisenberg, criadora do swissmiss, da Tattly, do CreativeMornings e uma das nossas maiores inspirações!

Leiam em > http://contente.vc/blog/as-licoes-de-quem-tirou-um-sabatico-sem-clientes-e-nunca-mais-voltou-pra-eles/

contente  ·  design  ·  entrevistas  ·  escreve escreve  ·  especial don't touch  ·  fotografia  ·  internet

Ficção no mundo real

por   /  26/11/2014  /  8:08

Aras Gökten 3

Aras Gökten faz fotos que parecem ficção em cenários reais.

No meu trabalho, eu lido com a relação homem e homem, com a cidade, a arquitetura. Centros de diferentes cidades alemãs, mas também feiras, outlets, shoppings e aeroportos são o contexto. Os motivos encontrados, no entanto, não oferecem nenhuma referência aos lugares reais, mas agem como uma porta de entrada para imagens interiores fictícias.

Mais em > http://www.arasgoekten.com/

Aras Gökten  2

Aras Gökten  1

Lugares que não mais existem

por   /  25/11/2014  /  15:15

Carl Christian Schmidt 1

Os lugares que não mais existem nas fotos do alemão Carl Christian Schmidt.

Minha tese mostra lugares que são exemplos da economia pós-industrial de serviços em que vivemos hoje no país [Alemanha]. Estruturas logísticas formam a base para a economia de consumo de massa funcional e estruturada. As imagens têm uma visão crítica da gestão do nosso ambiente. Elas mostram sistemas uniformizados em que os indivíduos aparentemente se tornaram irrelevantes. Todos os lugares que eu fotografei são inexistentes

Mais em > http://www.cc-schmidt.com/

Carl Christian Schmidt 3

Carl Christian Schmidt 2

Para ouvir quando for a San Francisco (ou ao karaokê)

por   /  24/11/2014  /  12:12

Luiza Voll

Fiz uma viagem maravilhosa por San Francisco. Trabalho o dia todo, mil coisas pra aprender, karaokê cinco vezes em dez noites – um recorde até pra mim que sou apaixonada pelo assunto!

Fiz uma mixtape pra lembrar sempre dessa jornada. Começa com “Dancing in the moonlight” termina com “California dreamin’”. No meio do caminho tem um monte de música com a temática Califórnia, outras que têm a vibe do lugar (que vibe, aliás!) e mais várias maravilhosas para cantar no karaokê.

Pra ilustrar, uma foto linda da Luiza Voll.

Ouçam!

amor  ·  contente  ·  especial don't touch  ·  fotografia  ·  mixtapes  ·  música  ·  viagem