Favoritos

Posts da categoria "amor"

o beijo que nunca termina

por   /  26/04/2013  /  9:15

Para todos os apaixonados, O beijo! ♥

O projeto é de Alexandre Paschoalini e Thany Sanches, coreografado pela Commit para a música ‘Lívia’, de Marcelo Camelo, interpretada por Thomas Rorher na rabeca. Alexandre explica:

Eu e minha mulher estávamos no parque e foi durante um longo beijo que a ideia surgiu. Logo depois de desgrudar, disse a ela: tive uma ideia. Na hora já começamos a conversar sobre como seria. A Thany desenhou parte por parte em papel vegetal (cada personagem tem 1,50 m) e fotografamos individualmente também antes de tratar, encaixar no Photoshop e entregrar pro Lucas, que fez a programação.

Acho que, além de criar um beijo nosso que não terminasse nunca, queríamos fazer um projeto simples que fosse o mais próximo de uma dança. Daí logo veio a ideia de chamar o Marcelo Camelo pra fazer a trilha, já que tudo apontava para um quase clipe. O Marcelo foi super sensível e vasculhou todo seu repertório, encontrando essa versão que tinha guardada de uma música sua.

A combinação do resultado foi um projeto que muita gente gostou de interagir. Ainda hoje eu me pego entrando no site de vez em quando pra dançar com o gosto daquele nosso beijo no parque.

Apreciem > http://obeijo.co/

amor  ·  arte  ·  internet

1 livro: a vida privada das árvores

por   /  25/04/2013  /  11:50

Depois de “Bonsai”, Alejandro Zambra nos deixa feliz com “A vida privada das árvores”.

Destaco um trecho:

Sabe-se que muito em breve Ernesto não voltará mais. Imagina-se desconcertada, e depois furiosa, e finalmente invadida por uma decisiva quietude. Tudo bem, era sem compromisso, como deve ser: ama-se para deixar-se de amar e se deixa de amar para começar a amar outros, ou para ficar sozinho, por um tempo ou para sempre. Esse é o dogma. O único dogma.

Lindo, né? ♥

Leiam, é um daqueles livros que você lê em duas horinhas, pra depois ficar pensando no quanto queria que o tempo tivesse demorado mais a passar…

(Obrigada pelo presente, Cosac Naify!)

amor  ·  arte  ·  literatura

de filho para pai

por   /  20/04/2013  /  10:30

O fotógrafo Mário Cravo Neto completaria 66 anos hoje. E o ótimo blog Entretempos, de Daigo Oliva e Cassiana Der Haroutiounian, publicou uma carta bonita de seu filho, Christian Cravo.

Leiam > http://entretempos.blogfolha.uol.com.br/2013/04/19/para-mario-cravo-neto/

Querido Pai,

Me pediram para escrever um texto por ocasião dos quatro anos da sua partida.

Uma difícil missão… Você bem sabe que não sou de fazer isso. Aprendi contigo que o fundamental são as imagens, pois através delas, se diz tudo.

Poderia, sim, ter feito uma seleção de imagens, já que é a minha linguagem, mas ficaria faltando algo, afinal, lá se foram quatro anos sem você.

Resolvi então atualizar a nossa conversa e te contar algumas notícias do lado de cá.

Você vai gostar de saber que, finalmente, será realizada a sua grande mostra sobre o trabalho de Nova York: “Butterflies & Zebras”.

Aquele trabalho que tanto desejou expor e por ironia do destino não teve tempo para concretizar.

Tudo será feito como você planejou. Essa foi a minha promessa e assim o meu dever.

Diógenes tem sido um amor e está tocando tudo para frente como havia combinado com você, com muita dedicação. Vejo que o seu trabalho está em boas mãos.

Atendo todas as solicitações para enfim concretizar o seu último projeto.

A mostra abrirá no dia 27 de julho na estação Pinacoteca e terá (obviamente), além das projeções, uma série de impressões em cor e P&B.

Sei como é, e imagino o que deve estar pensando; o artista está mesmo ligado naquilo que move o seu momento presente, o “eterno agora”.

De resto a vida vai indo, assim como você bem sabe. A novidade é que você ganhou mais uma neta, Stella, minha filha, que, por coincidência, também nasceu num dia 27, neste caso em fevereiro.

Eu estou muito feliz em ter mais uma menina na nossa família…

Não sei onde você está, mas espero que esteja bem. Siga em frente, em paz, pois aqui, como já disse, tudo anda.

PS: A sua instituição ainda não saiu do papel, mas, com fé em Deus, ela se concretizará em breve.

Um abraço carinhoso do seu filho,

Christian

amor  ·  arte  ·  fotografia