Favoritos

Posts da categoria "#asmúsicasdeamor"

As músicas de amor: Laís Sampaio

por   /  23/10/2017  /  17:17

C79A377/SdCard//DCIM/114LEICA/L1140910.JPG Processed with VSCO with c1 preset

Voltamos com #asmúsicasdeamor, essa parte do blog em que convidados fazem trilhas com as músicas de amor que mais gostam na vida. Desta vez a convidada é a Laís Sampaio, produtora cultural e dona de um gosto musical maravilhoso (foi por causa dela – e do Renato Saraiva – que fui parar no show do Mateus Aleluia, um dos melhore que já fui.)

A playlist “tem música de amor, de transar, de chorar, de amar, de janjar, de superação, risos’, diz ela. E já tá no repeat aqui – tenho a impressão de que vocês vão amar!

#asmúsicasdeamor + #trilhadonttouch

Mais:

#asmúsicasdeamor: Ju Morganti

#asmúsicasdeamor: Guilherme Gatis

#asmúsicasdeamor: Juliana Alves

#asmúsicasdeamor: Sininho

#asmúsicasdeamor: Henrique Neto

#asmúsicasdeamor: Márcia Castro

#asmúsicasdeamor: Pérola Braz

#asmúsicasdeamor: Mariana Neri

#asmúsicasdeamor: Laure Briard

#asmúsicasdeamor: Ivana Arruda Leite

#asmúsicasdeamor: Lulina

#asmúsicasdeamor: Miá Mello

#asmúsicasdeamor: Alexandre Matias

#asmúsicasdeamor: Diego de Godoy

#asmúsicasdeamor: Laure Briard

por   /  05/10/2017  /  8:08

Lauree

A cantora francesa Laure Briard esteve recentemente no Brasil. Aproveitei pra conversar – e pra pedir a ela uma lista de suas músicas de amor. Não encontrei todas no Spotify, daí juntei com algumas de sua própria autoria.

Sua música é classificada como “yeyé psicodélico” e sua trajetória começou em 2005, nos conta o Coquetel Molotov, que trouxe a turnê para o Brasil junto com o Benke Ferraz, do Boogarins. E continua: o primeiro EP veio em 2013, com ajuda de Julien Barbagallo, do Tame Impala. Dois anos depois, lançou “Révélation”, com inspiração na música dos anos 1960 e do indie rock dos 1990. Em 2016, vieram “Sur La piste de danse” e “Sorcellerie”.

Me descobri cantora tarde. Gostava de música desde a adolescência, fiz aulas de bateria aos 16. Eu cantava só por diversão. Minha praia era mais a arte dramática, eu queria ser comediante. Fui para Paris com a escola de teatro e, quando voltei para Toulouse, minha cidade natal, foi quando comecei a fazer música com meu ex-namorado. Ele havia composto algumas letras, achava minha voz legal, então comecei a tentar a cantar. E foi assim que começou.

Cantar todo dia é um hábito pra mim. Eu posso passar o dia fazendo isso, mesmo que sejam umas canções bem porcaria, às vezes…

Música significa emoção. Eu sinto tantas coisas quando ouço uma música que eu amo. Isso é muito poderoso. Talvez mais do que um filme. Como cantora e compositora, encontro minha forma de expressão. Isso começou realmente depois do fim de um relacionamento. Eu tinha tanta coisa para dizer naquele momento. A música me ajudou demais, e ainda faz isso.

Quando coloco minha música no mundo, só espero proporcionar emoção às pessoas, ou espalhar alguma vibe boa. Fazer as pessoas dançarem, chorarem, terem esperança. Se eu pudesse rodar o mundo para conhecer essas pessoas seria ainda melhor!

Ouçam a playlist! #trilhadonttouch

Trilha: As músicas de amor da Ivana Arruda Leite

por   /  07/06/2016  /  19:19

ivana1

Com vocês, #asmúsicasdeamor de Ivana Arruda Leite!

Ela nos conta: “50 músicas de amor (bem e mal sucedidos) ao gosto dos sessentões. Como a maioria das músicas é do século passado, eu pergunto: será que elas ainda valem pras meninas de hoje?”

Na seleção tem Zizi Possi, Maria Bethânia, Angela Ro Ro, Maysa, Gal Costa, Nana Caymmi, Elis Regina, Simone, Alcione, Angela Maria, Marisa Monte, Cássia Eller e Maria Creuza.

Tá uma maravilha!

E vocês sabem que a Ivana é dos assuntos preferidos desse blog, né? Aproveito pra deixar uns links:

Os livros preferidos das escritoras

Cafofo Sessions: Ivana Arruda Leite

Fratura Exposta, por Ivana Arruda Leite

Falo de mulher

Escrever é dedicar

Alameda Santos

E muito mais

Ouçam e sigam donttouchmymoleskine no Spotify! ♡

Mais #asmúsicasdeamor:

Lulina

Miá Mello

Alexandre Matias

Diego de Godoy

#asmúsicasdeamor  ·  #trilhadonttouch  ·  amor  ·  especial don't touch  ·  literatura  ·  mixtapes  ·  música

Trilha: As músicas de amor de Lulina

por   /  31/05/2016  /  13:13

lulina

Com vocês, #asmúsicasdeamor de Lulina!

Tem tantas das minhas músicas de amor nesta playlist que só pude pensar no quanto é demais ter amigos com tamanha sintonia.

Lulina é cantora das mais talentosas. Se você acompanha o Don’t Touch, sabe que ela sempre aparece por aqui. Entre seus projetos mais recentes está o Pupila Musical, um experimento musical baseado no Instagram, em que ela compõe “com os olhos dos outros, transformando fotos em uma nova música a cada mês”. Para participar, basta seguir o @pupilamusical e marcar as suas fotos.

Na seleção tem Bonnie Prince Billy, Lou Reed, Velvet Undergroud, Thurston Moore, Jane Birkin, Wilco e mais um monte de coisa linda.

Ouçam e sigam donttouchmymoleskine no Spotify! ♡

Mais #asmúsicasdeamor:

Miá Mello

Alexandre Matias

Diego de Godoy

#asmúsicasdeamor  ·  amor  ·  especial don't touch  ·  mixtapes  ·  música

Trilha: As músicas de amor de Miá Mello

por   /  21/04/2016  /  13:13

miaa

Com vocês, as músicas de amor de Miá Mello.

Miá é atriz e comediante. Tem no currículo filmes como os blockbusters “Meu passado me condena” e “Amor em Sampa”, além de programas de TV como “Legendários”. É dona de uma simpatia sem igual e de muito carisma – e ainda é autora da melhor performance de karaokê de “Chandelier”, da Sia! 

“O amor tem que ter trilha sonora”, nos diz ela, que juntou na seleção músicas de várias épocas que já abalaram muito seu coração. Ela mistura R. Kelly com Alabama Shakes e passa por Drake/Rihanna, Adele, Van Morrison, Erasmo Carlos e muito mais.

Tá uma delícia!

Ouçam e sigam donttouchmymoleskine no Spotify! ♡

Mais #asmúsicasdeamor:

Alexandre Matias

Diego de Godoy

#asmúsicasdeamor  ·  amor  ·  especial don't touch  ·  música

Trilha: As músicas de amor de Alexandre Matias

por   /  12/04/2016  /  19:19

matias4

Com vocês, As músicas de amor de Alexandre Matias.

Já adianto: a seleção tá foda!

Alexandre Matias é jornalista e autor do Trabalho Sujo, que começou como um zine em um jornal de Campinas e se transformou em uma das principais referências de música e cultura pop no Brasil. Também foi editor do Link, do Estadão, da Galileu. Traduz livros, escreve também. Faz festas, podcasts, dá cursos, promove conversas. Resumindo, vive música sempre e ainda nos ajuda a filtrar o tanto de informação que existe no mundo.

Sobre a seleção, ele diz: “Abril é o mês do meu amor – e quando a Dani me chamou pra fazer uma playlist sobre músicas apaixonadas, eu não consegui pensar em outra coisa senão fazer uma seleção pra minha Mariana. Uma coleção de músicas que gostamos de ouvir juntos, de artistas que assistimos shows juntos, que equilibra o gosto 90s dela com coisas que conhecemos nesses quase dez anos juntos. É um dos presentes que preparei – hoje é o aniversário dela e sei que ela vai gostar. Te amo, meu amor ♡”

Ouçam – e sigam o donttouchmymoleskine no Spotify! ♡

Mais #asmúsicasdeamor:

Diego de Godoy

#asmúsicasdeamor  ·  amor  ·  especial don't touch  ·  fotografia  ·  mixtapes  ·  música

Trilha: As músicas de amor de Diego de Godoy

por   /  07/04/2016  /  16:16

Diego de Godoy

O Don’t Touch ganha uma nova seção: As músicas de amor de ____________!

Para a estreia, convidei o Diego de Godoy, amigo que o karaokê me trouxe em 2015. Ele é diretor, roteirista e outras coisas. Gaúcho e colorado, sem exageros, e o maior fã de R.E.M. do hemisfério sul. Dirigiu recentemente a série “Work in progress – Por dentro do Balé da Cidade de São Paulo”, atualmente em exibição no canal Arte 1. “Vi 11 shows do R.E.M., Bowie me mandou um beijo no show, abracei o CD ‘Baltimore’, da Nina Simone, quando finalmente encontrei, e ver Leonard Cohen duas vezes foi a maior emoção da minha vida”, nos conta.

Sobre a seleção, ele diz: “Adoro uma música ‘lentinha’, dessas de FM da madrugada. Muitas destas da lista me arrepiaram, outras me viram chorar, de algumas eu ri, mas todas têm uma história. Algumas têm dona, outras eu gostaria que tivessem.”

Pra completar, uma foto estonteante do Joseph Szabo.

Ouçam – e sigam o donttouchmymoleskine no Spotify

#asmúsicasdeamor  ·  amor  ·  especial don't touch  ·  fotografia  ·  mixtapes  ·  música