Favoritos

Posts da categoria "amor"

Amores Anônimos, o livro!

por   /  27/09/2016  /  15:15

a1

Eu sou apaixonada pelo @amoresanonimos. Todo dia entro na hashtag e me impressiono. Com o tanto de amor que existe no mundo, com a capacidade de cada fotógrafo de capturar cenas que dizem tanto, com essa coisa de voltar o celular mais pro outro do que pra selfie. Um dia, vendo essa foto do @gnunes, pensei: esse projeto devia virar um livro. As fotos são cada vez mais bonitas, mais gente devia ter a chance que se encantar também.

A gente ama a internet, mas tudo por aqui é tão rápido, né? De repente veio uma vontade de ir pro offline, fazer uma publicação, pensar em algo mais perene. A Luiza Voll gostou da ideia, a Yana Parente também. Com Yana, tiramos um sonho antigo do armário: o de abrir um selo, uma nanoeditora. O ‘Amores Anônimos’ é Contente e Capote Books.

É também uma montanha russa, uma gincana de desafios, erros, acertos e aquela coisa de aprender um monte. E ainda traz aquela ansiedade de festa de aniversário de criança, quando a gente acha que ninguém vai aparecer. Por isso, peço: venham celebrar com a gente! Amanhã, quinta-feira, na Livraria da Vila. Esse livro só vai fazer sentido quando chegar nas mãos de vocês 💕

Ah, antes de terminar, preciso contar: o livro tem prefácio do Gregorio Duvivier (!!!), texto da Aurea Vieira, produção da Juliana Morganti e da Clarissa Amorim e impressão da Ipsis Gráfica. Timão!

#amoresolivro #amoresanônimos

Lançamento: nesta quinta (29/09), das 19h às 22h, na Livraria da Vila (rua Fradique Coutinho, 915, Vila Madalena, São Paulo).

a2 a3

amor  ·  amores anônimos  ·  contente  ·  especial don't touch  ·  fotografia  ·  vida

O que fazer quando uma ideia dá errado – ou chega ao fim

por   /  01/12/2015  /  18:05

comomatar

Vocês viram o especial de conteúdo que fizemos recentemente na Contente? Como matar um projeto.

Falar do que deu errado é um assunto que rende tanto que começamos a entrevistar algumas pessoas que admiramos para criarmos a versão YouTube do especial. O primeiro convidado é o Facundo Guerra, empresário argentino radicado no Brasil. Com seu trabalho, ele muda a rotina de São Paulo, seja com seu recente Mirante 9 de Julho, seja com o Cine Joia. Na trajetória de sucesso, ele não esconde os momentos em que tudo deu errado. Vejam abaixo.

E leiam! > www.comomatarumprojeto.com.br

contente  ·  especial don't touch  ·  internet  ·  trabalho

Minha Carta de Amor faz edição ao vivo, na rua

por   /  23/07/2015  /  15:00

MCdA 1

Quando o amor chega, arrebata. Transborda. Às vezes na forma de um beijo, às vezes como um fluxo de palavras. Com o Minha Carta de Amor, transbordar virou um verbo recorrente, que aparece a cada email recebido, a cada comentário. Pensando nessa emoção, tivemos uma ideia: e se a gente se encontrasse ao vivo na rua para caligrafar as cartas de vocês?

No próximo sábado (25/07), leve sua carta, seu bilhete, sua declaração. O @fabiomaca vai caligrafar o seu amor ao vivo e em cores! Que presente, hein? Tudo isso das 16h às 20h na rua do House of Learning (@houseofwork – rua Virgílio de Carvalho Pinto, 47, Pinheiros, São Paulo), com trilha sonora especial feita pelo DJ Tiago Guiness.

O Minha Carta de Amor é um projeto da Contente, de @daniarrais e @luizavoll, e do calígrafo @fabiomaca, com fotos de @pedrinhofonseca.

Esperamos vocês!

#minhacartadeamoraovivo

amor  ·  contente  ·  especial don't touch  ·  fotografia  ·  minha carta de amor  ·  são paulo

As lições de Tina Roth Eisenberg

por   /  26/11/2014  /  8:08

Tina

Foi fazer um sabático sem clientes e nunca mais voltou pra eles. Em entrevista para o blog da Contente, a trajetória de Tina Roth Eisenberg, criadora do swissmiss, da Tattly, do CreativeMornings e uma das nossas maiores inspirações!

Leiam em > http://contente.vc/blog/as-licoes-de-quem-tirou-um-sabatico-sem-clientes-e-nunca-mais-voltou-pra-eles/

contente  ·  design  ·  entrevistas  ·  escreve escreve  ·  especial don't touch  ·  fotografia  ·  internet

Para ouvir quando for a San Francisco (ou ao karaokê)

por   /  24/11/2014  /  12:12

Luiza Voll

Fiz uma viagem maravilhosa por San Francisco. Trabalho o dia todo, mil coisas pra aprender, karaokê cinco vezes em dez noites – um recorde até pra mim que sou apaixonada pelo assunto!

Fiz uma mixtape pra lembrar sempre dessa jornada. Começa com “Dancing in the moonlight” termina com “California dreamin'”. No meio do caminho tem um monte de música com a temática Califórnia, outras que têm a vibe do lugar (que vibe, aliás!) e mais várias maravilhosas para cantar no karaokê.

Pra ilustrar, uma foto linda da Luiza Voll.

Ouçam!

amor  ·  contente  ·  especial don't touch  ·  fotografia  ·  mixtapes  ·  música  ·  viagem

O pós-crise

por   /  29/08/2014  /  21:21

Irina Munteanu |

A melhor coisa que fiz por mim e por este blog nos últimos tempos foi escrever o post da crise dos 7 anos. Dividir a angústia foi um alívio – e já me fez pensar em várias coisas, algumas novas, outras nem tanto. Escrever me tirou da inércia. Ler os comentários de vocês aqui, no e-mail e no Twitter foi a mesma coisa que receber uma injeção de adrenalina, motivação e amor.

A gente vive um tempo maravilhoso. E muito louco. Exigimos demais de nós mesmos – e o mundo ao nosso redor parece exigir mais ainda. Temos que fazer muito, ter uma vontade incessante, nos dedicar a tudo com muita determinação.

Gostei de falhar. De ficar em dúvida. De pensar “pra quê?”. De quase desistir, ao menos por um tempo. Me senti mais gente de verdade, menos personagem nesta internet que a gente se acostumou a viver como palco.

Ver que muitos de vocês sentem as mesmas coisas aumentou meu nível de empatia em 100%. Empatia, essa palavra de que eu tanto gosto!

Entre o post da crise e este, comecei um daqueles trabalhos que nos fazem lembrar porque escolhemos uma profissão. Fui convidada para escrever os perfis dos homenageados do Prêmio Trip Transformadores.

[Vocês conhecem o prêmio? Vai para a sua oitava edição e é muito legal! Seleciona pessoas do Brasil todo que estão fazendo mudanças na vida de muita gente. Obrigada pelo convite e pela parceria, Pedrinho, Ju, Carol, Vinícius e Regina]

O que eu mais gosto no jornalismo é de fazer entrevistas. Com o prêmio, tenho experimentado conversar com um senhor de 75 anos que inventou um aquecedor solar de baixo custo, com uma juíza que mudou a história do casamento no Brasil ao proferir a primeira sentença que reconhecia uma união homoafetiva, com uma doula que fez o imperdível filme “O renascimento do parto” e mais um monte de gente.

Gente que dedica a vida inteira a uma ideia, a uma causa. Que fala com paixão sobre o que faz, sobre o que ainda quer fazer – e a força incessante de cada um deles é impressionante!

Não poderia haver momento melhor para uma crise do que esse de entrar em contato com gente admirável, inspiradora, que todos vocês vão adorar conhecer (os perfis começaram a sair na edição de agosto da Trip).

Ao longo dessas conversas, que podem durar uma hora, mas geralmente duram 5, 6, 7 horas, um dia inteiro, voltei a perceber que uma das melhores coisas do mundo é conversar ouvindo com toda atenção o que o outro tem a dizer. Ando tão fascinada por isso! Você conversa 5, 10 minutos, ok, pode saber algumas coisas sobre alguém. Passou da meia hora, não tenha dúvida: vai descobrir, ao menos um pouquinho, as nuances, o que faz aquela pessoa ser quem é.

Voltar a fazer jornalismo me lembrou do que une tudo que fiz e faço, tanto na profissão que escolhi quanto na outra que descobri ao criar a Contente com a Lu: vontade de compartilhar as coisas do mundo que me interessam e me emocionam. É quando mostro, faço um convite, converso sobre as coisas que elas ficam mais legais de verdade.

Tem momentos em que tudo que a gente precisa é olhar pra dentro, né? E depois ver o tanto de mundo que existe lá fora.

Este post é para agradecer pelas palavras de vocês, que me lembraram da essência deste blog. É muito natural para mim dividir o que me emociona. Pode ser uma foto, uma música, uma história transformadora. O mundo é tão interessante, e eu me empolgo tanto com tanta coisa, que é impossível não voltar a postar por aqui com todo o amor do mundo.

Vocês são foda! Muito obrigada.

_____________________________________________________________________________

A foto é de Irina Munteanu.

amor  ·  contente  ·  entrevistas  ·  escreve escreve  ·  especial don't touch  ·  fotografia

#aminhafotomaisbonita

por   /  15/05/2014  /  9:00

Quero convidar vocês para uma seção nova e linda do Instamission! ♡

#aminhafotomaisbonita | Qual é a história da sua foto mais bonita? Nesta nova área de conteúdo do Instamission, queremos ver as fotos e ouvir as histórias mais bonitas de vocês. Vale foto nova ou foto antiga. Preferimos as imagens de sua autoria, mas também vale aquela que fizeram de você em um momento muito especial. Sabemos que para quem gosta de fotografia é difícil escolher apenas uma foto, então sintam-se livres para contar quantas histórias quiserem. Esta não é uma missão semanal, é um conteúdo atemporal que vamos produzir junto com vocês. Vamos olhar todas as fotos e escolher algumas para destacar aqui no nosso perfil aos poucos – porque cada história é tão importante que merece um tempo para ser apreciada, concordam? Não temos um prêmio para oferecer: a ideia é mesmo fazer uma brincadeira e viver a alegria de partilhar com mais gente imagens que nos deixam felizes. Topam? Para participar, basta postar a hashtag #aminhafotomaisbonita nas fotos que desejam enviar, sempre com a história detalhada na legenda. Esperamos ver e ouvir vocês!

No Instagram > @instamission

amor  ·  contente  ·  especial don't touch  ·  fotografia  ·  instamission