Favoritos

Posts da categoria "amor"

empty/full

por   /  18/03/2008  /  11:22

 foto.jpg

quando se deparar com um “NÃO INSISTA, POR FAVOR” (assim mesmo, em caps lock), dê meia volta. não faça como aqueles que, mesmo diante da mais burocrática das burocracias, chegam a repartições públicas, ouvem um não seguido de outro, com o tom de má vontade que só as pessoas com bronze amarelo-acizentado de escritório conseguem ter, e ainda assim insistem, pedem pra dar um jeitinho, pra o senhor, seu moço, fazer uma gentileza, porfavorpeloamordedeusentendaoqueeuestoupassando.

tem gente que não é de delicadezas. que tem um coração enorme, mas tortuoso, onde você só consegue entrar naqueles momentos de bliss _e eu nem tô falando do iogurte. mas, no dia-a-dia, o caminho é difícil, o coração trava, vira bicho. e bicho, quando sai da jaula, machuca. e se machuca uma, duas, três vezes, magoa o que já estava ferido. magoa o machucado _essa expressão que eu adoro.

por uma única vez, é preciso entender que 18h01 não é hora de atender ninguém. chegou atrasado porque quis, e não tem trânsito, imprevisto, um simples não deu que atrase o relógio. por uma única vez, é preciso deixar de reclamar, de pedir o que você acha que merece _sabe aquela batata do mcdonald´s que veio só com 60% do pacote? deixa pra lá. deixe a atendente até cuspir no pacote, só o pegue, veja se vale a pena ou não, e vá. se quiser brigar depois, brigue. se quiser mudar, mude. mas, por uma única vez, deixe tudo como está.

vai doer. e você nem imagina o quanto. mas, de repente, pode chegar uma notícia ainda mais inesperada. e talvez um colorido incandeie um pedacinho de você.

* foto no all the color

mallu magalhães no blog circuito integrado

por   /  05/03/2008  /  19:37

malu11.jpg

Fiz um post pro blog Circuito Integrado, que é uma extensão do caderno Informática, da Folha de S.Paulo, sobre Mallu Magalhães:

Mallu Magalhães, cantora paulistana de apenas 15 anos, também foi assunto no caderno Informática de hoje. Depois de colocar quatro músicas de sua autoria no MySpace, a menina viu sua vida dar um giro de 180º. O burburinho começou nos blogs e foi para a grande imprensa _Mallu foi capa da Ilustrada, do Folhateen e virou assunto da Escuta Aqui, coluna de Álvaro Pereira Júnior. Os convites para shows surgiram aos montes, assim como a quantidade de pessoas querendo se tornar amigas da menina, principalmente em redes sociais, como o Orkut e o MySpace.

“No MySpace já aprovei mais de 4.500 pedidos. No Orkut, meu perfil ficou lotado. Criei outro, mas mesmo assim tive que recusar muita gente, porque não cabia mais. Tem dia que eu penso: vou tirar meia hora só para aceitar; mas é tanta gente, que eu clico, clico e não acaba. Depois de 280 pessoas você não agüenta mais!”, disse Mallu, em entrevista à Folha na tarde de sexta-feira. “Me esforço, mas não consigo acompanhar o ritmo. E fico até triste. Mas sempre que dá eu tento. Gosto de, pelo menos, deixar um recado para a pessoa, agradecendo.”

Mallu escolheu colocar suas músicas _”Don´t You Leave Me”, “Tchubaruba”, “J1” e “Get to Denmark”_ no MySpace pela praticidade que o site oferece. “Até para aceitar amigos é fácil, dá para aprovar dez [pedidos] de uma vez só. Para pôr música e foto também é bem fácil.”

A relação com a internet vem de cedo. “Para mim, internet é música. Gosto de procurar artistas, uso bastante o Google. E agora também procuro o que as pessoas falam de mim”, disse. Para as críticas maldosas, Mallu nem liga. “Gente ruim sempre tem, né? Eu sou saudável, tenho amigos, família. Sou feliz. Pra quê eu vou ligar?”

Sobre as propostas de gravadoras (tem quem diga que seis empresas já entraram em contato), Mallu despista. Mas afirma que vai continuar usando a internet para mostrar sua música. “Eu acho que nunca vou largar a internet, afinal ela sempre foi minha aliada.” A paixão pelos encartes de CDs a deixa em dúvida sobre se lançaria seu futuro disco totalmente on-line. “O maior problema é que eu gosto muito de encarte. Sonho em fazer o meu, cheio de desenhos, de coisas bonitas… Até tenho alguns!”

* A foto é de Thiago Bernardes/Folha Imagem

recife tem encantos mil

por   /  18/02/2008  /  21:09

matéria sobre recife, publicada no caderno vitrine, no sábado 18/2

Esqueça a praia de Boa Viagem, a Casa da Cultura e o ateliê de Francisco Brennand. Pelo menos se é a sua segunda visita ao Recife e você procura um roteiro menos óbvio.
O artesanato e a visita a pontos turísticos tradicionais ficam de lado e dão espaço para manifestações mais cosmopolitas, principalmente na moda.
Estilistas de novas marcas, como Madame Surtô, Maria da Silva e Meketref, mostram criações contemporâneas, que vestem mulheres de qualquer lugar -alguns sem abrir mão, de vez em quando, do resgate de produtos regionais, como a renda renascença.
O Vitrine reuniu dicas para você conhecer um Recife que vai muito além da tradição.

escola high-tech

por   /  31/01/2008  /  14:07

aula sem fio – escolas usam tecnologia para tentar conquistar a atenção dos alunos e apresentar os conteúdos de forma mais ligada ao cotidiano deles

faltam pcs
estudantes carregam pendrive e laptop
 

confira sites sobre educação

proinfo leva micros à escola pública

escolas proíbem uso de celular, mas alunos burlam a norma

aula ganha continuidade on-line

produtos 

instituições migram para o second life

laptop educacional continua indefinido

sala de aula do futuro está em lugar nenhum