Favoritos

Posts da categoria "amor"

Pedra de sal, de Alessandra Leão

por   /  11/11/2014  /  14:14

Alessandra Leão

Alessandra Leão é uma das minhas cantoras e compositoras preferidas. Ela acaba de lançar seu novo EP, “Pedra de sal”. “Tatuzinho” não sai do repeat desde que a vi cantar com Kiko Dinucci na Casa de Francisca.

Ouçam e tenham um dia cheio de poesia!

Que vontade de pegar nessa mão
Mas será que eu não paro de olhar tua boca a falar
E eu vou te beijar pra ver como é que fica
Não vou desgrudar pra ver no que é que dá

Que vontade de pegar nessa mão
Mas será que eu não paro de olhar tua boca a falar
E eu vou te beijar pra ver como é que fica
Não vou desgrudar pra ver no que é que dá

Que vontade de pegar
Eu não paro de olhar
Eu vou te beijar pra ver como é que fica
Não vou desgrudar pra ver

Ouçam > http://www.alessandraleao.com.br/novo/

amor  ·  arte  ·  música

Trilha sonora para uma roadtrip com as amigas

por   /  14/10/2014  /  6:40

TheValerias2

Viajar com as amigas é criar algumas das melhores lembranças da vida. É conhecer cada uma no dia a dia, descobrir que uma adora dormir cedo e a outra, acordar tarde. É cantar junto no carro aquelas músicas deliciosas dos anos 1990. É contar as histórias de família, ir conhecendo mais da vida de cada uma. É dosar os programas pra que todo mundo fique feliz. É ter aquelas conversas intensas deitadas na cama, como adolescentes. É cuidar da que pegou gripe. É mimar as hóspedes com queijos e vinhos, com cheirinhos de vela espalhados pela casa. É espantar fantasmas com uma festa improvisada na sala da casa. Festa essa que vira quase aula de dança, com todo mundo suado e feliz. É fazer “festa na lancha” e querer que ela não acabe. É criar piadas internas e ainda receber do hostel uma hashtag pra juntar as fotos no Instagram. É ver paisagens deslumbrantes e fazer aquela cara de que não dá pra acreditar. É segurar as lágrimas ao ver o casal de velhinhos mais apaixonado do mundo. É tomar sol em uma praia paradisíaca, lendo um livrinho. É comer, comer, comer e pensar no que vamos comer daqui a pouco. É tanta coisa! É reforçar os laços que já existiam e criar os que ainda estavam mais no Whatsapp. É ter certeza de que amigos têm que viajar juntos ao menos uma vez na vida. Simplesmente porque a gente aprende demais e fica numa onda de amor maravilhosa – e celebra isso 24 horas por dia!

Pra lembrar sempre desses dias em setembro, fiz uma Trilha sonora para uma roadtrip com as amigas. Começa com “What a wonderful world”, termina com “La vie en rose”, ambas cantadas por Louis Armstrong. No meio do caminho, tem de tudo, de Chet Faker a Gipsy Kings, passando por Bonnie Tyler, Françoise Hardy, Dusty Springfield, Spice Girls, Bob Marley e Lauryn Hill.

Ouçam! E comecem a planejar uma viagem com os seus.

Muito obrigada por esses dias inesquecíveis, Lu, Cau, Rê e Nina. Amo vocês!

amor  ·  especial don't touch  ·  fotografia  ·  mixtapes  ·  música

No fim a gente só quer ouvir um eu te amo

por   /  09/09/2014  /  9:09

Einmusik

Gosto de ouvir disco pela capa. E essa do Einmusik é sensacional!

Einmusik é Samuel Kindermann, DJ alemão sobre o qual nunca tinha ouvido falar. Mas hoje é dia de ficar procurando coisa nova pra ouvir, e daí veio ele.

10 Years beetween studio and club, between aiport halls, cold tea and afterpartys. 10 Years dusty shoes and endorphin after one of those gigs under the burning sun. 10 Years draging cases and hotel life. Einmusik is an electronic musician, who took the ladder step by step. Hard work, dreamly breaks, hard disks full of ideas and the mind full of inspiring moments made him a well known producer & Live-Act over the time.

Mais em > https://soundcloud.com/einmusik

amor  ·  arte  ·  design  ·  música

Trilha sonora de uma jornada de amor

por   /  05/09/2014  /  12:12

Karen O 3

Dá pra ouvir o disco novo da Karen O em streaming!

É a coisa mais linda 

O disco foi gravado em 2006 e 2007, em um esquema bem lo-fi. “Eu não tinha certeza de que poderia me apaixonar de novo. Essas músicas foram escritas e gravadas nesta época. Elas são a trilha sonora para o que era uma constante jornada de amor”, diz ela.

O disco vai ser lançado na terça 09/09 pelo selo do Julian Casablancas. Todos os desenhos são da cantora também.

Ouçam > http://www.theguardian.com/music/2014/sep/05/karen-o-crush-songs-album-stream

Mais em > http://www.karenomusic.com/crushsongs/

amor  ·  fotografia  ·  música

Crush Songs, de Karen O

por   /  03/09/2014  /  22:22

Karen O

Sabe música que a gente ouve o dia inteiro no repeat? A nova da Karen O é assim.

“Day go by” faz parte do disco “Crush Songs”, que será lançado no próximo dia 09/09.

Tô apaixonada

Karen O 2

amor  ·  música  ·  vídeo

1 clipe novo do Christopher Owens, ex-Girls

por   /  10/07/2014  /  15:15

chrisowens

Gosto tanto do Christopher Owens, o cara que tocava na banda Girls, que fiquei bem feliz de saber que ele vai lançar um disco novo!

“Nothing more than everything to me” é o primeiro clipe do disco “A New Testament” e junta pré-adolescentes muito fofos em um bailinho da escola, com toda a expectativa que antecede esse grande dia.

Pra completar, vale ver as fotos de bastidores do clipe na Rolling Stone > http://www.rollingstone.com/music/pictures/behind-christopher-owens-nothing-more-than-everything-to-me-video-20140709/0769712

E ler a entrevista que o cantor deu ao Pitchfork, falando de se reunir novamente com os companheiros de banda, largar as drogas, encontrar um amor e seguir em frente > http://pitchfork.com/features/update/9451-christopher-owens/

Yeah, it’s a relationship I can’t place a value on. We’re very different people: in upbringing, in habits, in the way we both cook, the books we read, the music we like. Maybe I see something in her that I think is wonderful and wish I could’ve been like that myself. At the same time, I don’t. I’m not a person with regrets. But I can definitely see the benefit of having somebody like that in my life. I mean, I could’ve had somebody more like myself in my life for this period of time and been pushed along down my own paths, my own devices—if that was the case, Father, Son, Holy Ghost might not have even come out. From the beginning, she has kept me aware without judging, without ever saying, “This is an ultimatum,” or, “You have by this date…” She’s never even been rude to me about it when my priorities were completely out of whack. From the beginning, we liked each other for who we were, and it’s always been that way. As time goes by, we’ll remain different people, but we’ll remain essential to one another.

Mais em > https://www.facebook.com/christopherowensonline

amor  ·  arte  ·  fotografia  ·  música  ·  viagem

Séculos Apaixonados

por   /  21/05/2014  /  9:09

Vira e mexe ouço alguma coisa eletrônica muito legal vinda do Rio de Janeiro. Tem aquela malemolência, um humor, uma batida gostosa que faz você clicar no Soundcloud e passar a tarde inteira ouvindo as mesmas duas músicas em looping.

Foi assim com Séculos Apaixonados, uma banda formada por Gabriel Guerra, Lucas Paiva (do Opalahttp://donttouchmymoleskine.com/entrevista-opala-maria-luiza-jobim/), Felipe Vellozo, Arthur Braganti e João Pessanha, que já passaram ou estão em bandas como Dorgas, Mahmundi, Letuce, Baleia, Epicentro do Bloquinho (aliás, que nome!).

Eles usam a tag #motel pra descrever as músicas “Um Totem do Amor Impossível” e “Só no Masoquismo”. E vai bem por aí mesmo, viu? Uma delícia!

Mais em > https://www.facebook.com/seculosapaixonados

(Via Maria Clara Drummond, que já apareceu por aqui > http://donttouchmymoleskine.com/a-festa-e-minha-e-eu-choro-se-eu-quiser/)

amor  ·  fotografia  ·  música

2 clipes pra hoje: Metronomy e Lee Ranaldo

por   /  20/05/2014  /  16:16

Um do Metronomy, que eu continuo ouvindo todos os dias. Depois do clipe de “Love Letters”, dirigido pelo Michel Gondry, e o de “I’m Aquarius”, chega a vez de “Reservoir”.

E outro do Lee Ranaldo, pra gente ficar com saudade do Velvet Underground.

“A movie of a song in a dream of a movie.” Directed by Fred Riedel, the basic concept plays off particular images of the Velvet Underground as filmed by Andy Warhol in the late 60s, casually rehearsing at the Factory, performing (as The Exploding Plastic Inevitable) on St Marks Place with projections and dancers, and even Warhol’s famous ‘Screen Tests’. The character of “The Projectionist” is played by legendary NYC avant-garde filmmaker Ken Jacobs (with whom both myself and Fred studied back in the 70s). Among the dancers can be spotted former SY drummer Bob Bert. Longtime SY associate, director David Markey, is among those behind the camera on this piece. Shot at Sonic Youth studio Echo Canyon West as well as at live gigs in New York City and Los Angeles.

amor  ·  arte  ·  música  ·  vídeo