Favoritos

Posts da categoria "Sem categoria"

guerrilla poetry

por   /  10/04/2012  /  1:42

Em vez de propaganda, poesia. E reflexões sobre como a gente ocupa a cidade e consome tudo desenfreadamente.

O artista Robert Montgomery muda a paisagem de cidades escrevendo em grandes outdoors e letreiros luminosos mensagens que a gente não espera encontrar.

Elas falam de amor, do fracasso do capitalismo, de fantasmas, da vida. Carregam um tanto de descrença e melancolia, mas são capazes de fazer o que, imagino eu, seja um dos objetivos dele: a gente parar, pensar e querer mudar.

Mais em > http://www.robertmontgomery.org/

Via

música do dia: kings ride by

por   /  09/01/2012  /  10:10

Cat Power voltou, finalmente!

Mais em > http://www.catpowermusic.com/

If time had a place
And space for your past
Like a little novel
I wanted to read again and again
Would I be in your novel
Would I begin and end in it

If I had a place
And space for your little boy eyes
Could you really believe
I certainly dare you
I do not want to scare you
Anymore

Oh what a fuss when the king rides by
Oh what a fuss when the king rides
Straight through my heart
Straight through my life

I need your love more than you’d ever know
If I kissed and touched your hand
A million things I will never understand
Oh what a fuss when the king trades in
Oh what a fuss when the king trades

Oh love, my love, for someone else’s hand
Needing love more than you’ll ever know
You don’t miss your water
You don’t miss your water
‘Till your well is gone

love in the first person

por   /  27/08/2010  /  12:00

“Love in the First Person” é um filme sobre um jovem casal que se descobre grávido no momento em que o rapaz ganha um tão sonhado concurso de fotojornalismo. Em quase 12 minutos, o filme mostra o amor, o dilema, a alegria e a dificuldade de mudar de vida. Lindo!

Quem deu a dica foi a Manu Colla

At twenty, photojournalist Matt Eich has maturity dropped in his lap: his world-class career takes off, just as his girlfriend becomes pregnant. Together they document their budding lives, as they grapple with some very grown-up choices. See the project at http://mediastorm.com/publication/love-in-the-first-person

o amor de clotilde

por   /  27/08/2010  /  0:50

Está em Recife e quer fazer um programa muito, mas muito legal? Então vá ao Teatro Capiba, no Sesc Casa Amarela, sábado e domingo, assistir à peça “O Amor de Clotilde por um certo Leandro Dantas”. Com direção de Jorge de Paula, a peça conta a história de um amor quase impossível e é inspirada no romance “A Emparedada da Rua Nova”, um clássico da literatura pernambucana. A trilha sonora, compilada pela Trupe Ensaia Aqui e Acolá, que faz a peça, é um espetáculo à parte, como referências que vão de Michael Jackson a Zezé di Camargo e Luciano _o que me lembrou um karokê, meu programa preferido da vida!

Mais em > http://amordeclotilde.wordpress.com/

“O Amor de Clotilde por um certo Leandro Dantas”, no Teatro Capiba
Rua Prof. José dos Anjos, 109, Casa Amarela
Sábados e domingos de agosto, às 19h
Ingressos R$ 10 e R$ 5 (meia)

pequeno glossário de pessoas insuportáveis, por nina lemos

por   /  18/07/2010  /  18:21

A Nina Lemos tem publicado no 02Neurônio uma série de definições sobre gente muito, mas muito chata!

Pequeno Glossário das Pessoas Insuportáveis, por Nina Lemos

O alegre demais

Pessoa sempre feliz e animada. Esse tipo de gente acha que é G.O do mundo, que na verdade é um clube med. Eles interagem demais com as pessoas, muitas vezes para falar: “se anima!”. Pior é quando ele/ela encosta em você e tenta te fazer dançar no seu dia de mais mau humor. Definitivamente, não dá para ser alegre o tempo todo. E a vida não é uma aula de spinning.

O rei do bulling

O bulling não tem idade. Esse tipo de pessoa pode ter 20, 30, 40, 50 anos. Mas seu passatempo predileto é humilhar pessoas. Tipo inteligente, que faz sucesso em rodas fazendo piada sobre os outros, que são sempre uns seres ridículos. Claro, quando você não está perto, a piada é sobre você. Por isso, não ria das piadas dessa pessoa. Isso não é piada. É maldade. Pessoa diagnosticada como perversa.

O preciso te dar um toque

Tipo de gente mais encontrada no gênero feminino. Ele/ela sempre tem um conselho amigo para te dar. “Você precisa cortar o cabelo”. “Você precisa trocar de namorado”. “Você precisa arrumar um namorado”. Você precisa. Precisa nada. Precisa é trocar de amigo. Afinal, você perguntou alguma coisa?

O todo mundo é afim de mim

Também mais comum entre as mulheres. Também conhecidas como histéricos. Pessoas que seduzem a humanidade e depois falam coisas do tipo: “que loucura o fulano (fulana) querer ficar comigo”. Companhia perigosa para dias em que você não está se achando lá essas coisas.

A “e eu”?

A pessoa está lá, contando a história triste de sua tia com leucemia. E o narcisista louco responde. “E eu, que tive uma conjuntivite semana passada horrível etc”. Ela sempre passou por coisas piores. Teve uma infância difícil e se lamenta disso até hoje, com 45 anos. Também conhecido como narcisista crônico. E, escuta, existe infância que não é difícil?

A dropping names

Amiga íntima de intelectuais, artistas e qualquer pessoa que tenha um sobrenome. Cormo se todas não tivessem! Costuma se referir aos seus “amigos” famosos pelo primeiro nome. Ex. Fui ao show da marisa (que é a monte)”. “Conversei sobre isso com a Fernanda (a montenegro). Claro, na real ela não é íntima de nenhurma dessas pessoas. E o pior não é isso! Ela te ofende cada vez que fala um nome desses, pois deixa claro que a sua companhia não vale tanto. Tarmbém conhecida como pessoa perdida e coitada.

A “eu conheço tudo”

Entidade competitiva. Ela volta de uma viagem para algum lugar que você arma e resolve fazer uma competição sobre quer é mais descolado na cidade. “Cormo, você não foi ao bar hipster?” Ela conhece tudo antes. Se você conheceu um lugar novo na cidade, esqueça, ela já foi a esse lugar 15 vezes. Algumas pessoas são ao mesmo tempo “conheço tudo” e “dropping narmes”, cuidado.

E a lista (ainda) continua.

_________________________________________________________________________________________

A foto é do Fleur Lux