Favoritos

escuto histórias de amor

por   /  16/04/2012  /  13:37

Ana Teixeira tirou um dia para ouvir histórias de amor na avenida Paulista, enquanto tricotava.

A artista já fez a ação na Alemanha, no Canadá, na França, na Dinamarca e em vários outros países. O resultado foi registrado em fotos e em uma vídeo instalação.

“Os filmes não têm som e a vídeo instalação conta com um som único, editado com vozes em diferentes línguas e outros ruídos cotidianos dos espaços públicos. As histórias de amor não podem ser ouvidas. Ficam guardadas no barulho das ruas e na trama do tricô vermelho”, diz em seu site.

Parar no meio de uma avenida movimentada e fazer um convite desses deve resultar em algumas coisas do tipo: um monte de gente vai parar, achar inusitada a proposta, tirar uma foto, tentar ouvir alguma coisa. Algumas outras vão sentar, abrir o coração e doar sua história pra artista e pro mundo.

Acho sempre lindo! ♥

E o trabalho da Ana me lembrou o da Lorena Costa, “Estou disponível para falar de amor” > http://donttouchmymoleskine.com/estou-disponivel-para-falar-de-amor/#comments

Mais em > http://www.anateixeira.com/

6 Comentários Deixe seu Comentário

  • Verena • 16.04.2012 @ 14:42 responder

    Eu contaria um monte de coisa boa, se esbarrasse com ela.

  • Leiza • 16.04.2012 @ 15:25 responder

    Achei a história linda,parabéns!!!!

  • lá • 16.04.2012 @ 19:24 responder

    Uma cópia deslavada do trabalho da Lorena! E ela diz que tá falando de amor? Isso é má fé!

  • Ana Teixeira • 20.04.2012 @ 09:27 responder

    Esta ação foi realizada pela primeira vez em 2001, e o filme mostrado no Paço das Artes, em SP, em 2003.
    De 2005 a 2010 fiz a ação em 9 diferentes países. Falar de cópia de um trabalho que aconteceu entre 2010 e 2011 é, no mínimo, uma desinformação.
    As ideais estão no mundo e não são únicas nem exclusivas. Acredito que neste caso, ninguém copiou ninguém.

  • Tânia Sequinho • 2.07.2012 @ 12:43 responder

    Uma das acções mais bonitas que já vi até hoje. Muitos Parabéns por tê-lo feito, Ana Teixeira! =)

Deixe seu comentário