Favoritos

fratura exposta, por alaide cadima

por   /  28/08/2012  /  9:25

Talvez a culpa seja do Paulo Mendes Campos, por Alaide Cadima

“Amor, meu querido amor. Hoje acordei com aquela sensação de quando você está com o corpo muito quente e recebe um banho de água fria. Aquele espasmo que dá, que você é obrigado a gritar pra seu corpo não ter um colapso maior com o susto do choque térmico. Acordei com o susto, querendo gritar. Querendo desesperadamente gritar que não dá mais.

Ontem, no nosso jantar de comemoração de mais um ano juntos, percebi que não estamos mais juntos. Percebi que estamos caminhando pro mesmo lugar, mas não juntos.

E a culpa não foi nossa, talvez a culpa seja do Paulo Mendes Campos que escreveu aquela crônica falando que o amor um dia acaba. Ele cita tantas maneiras de o amor acabar que talvez minha alma tenha se identificado com alguma delas e simplesmente se deu conta de que o nosso também acabou.

Queria realmente que o nosso amor nunca tivesse acabado, queria puramente ter você como meu companheiro pra vida toda, queria chegar aos 75 anos brigando com você porque não toma o remédio que o médico lhe receitou.

Mas veja como a vida foi cruel comigo, mostrando pra mim que o meu amor por você acabou. A dor não é só sua. Mas preciso te dizer, acabou.”

______________________________________________________________________

A foto é de Katie Silvester

4 Comentários Deixe seu Comentário

Deixe seu comentário