Favoritos

fratura exposta, por antonio la carne

por   /  21/01/2013  /  14:10

Amante babaca, por Antonio La Carne

Plantei a florzinha da paixão guardada no peito e você veio de mansinho e cortou o mal pela raiz, como se eu fosse um vilão de novela, ou um robô de sentimento plastificado. Aí não curei a mágoa do coração aos pedaços. Enchi a cara de cerveja e te liguei quando tudo era tão tarde, quando a noite foi a melhor amiga. Amanheci ao léu de mim mesmo, cutuquei onça com vara curta, aluguei os amigos com os dramas da solteirice e o choro preso na garganta. Surtei de segunda a segunda. Exagerei no cigarro, marquei um pacto com a solidão, me tranquei no banheiro, dediquei 14 noites ao baixo astral que não me salvou de você: tão babaca e sem um pingo de sensibilidade. Então 2013 deu o ar da graça e pude então traçar planos, pensar em mim como sobrevivente do amor que não deu certo. Acordei livre do passado e dos arranhões. Aquele lance do “quando casar, sara”. Mas eu só queria uma coisa, que você me amasse pra caralho.

4 Comentários Deixe seu Comentário

  • Paula Simões • 23.01.2013 @ 11:53 responder

    Gostei!

  • laura • 7.02.2013 @ 10:34 responder

    porra. é assim mesmo.

  • Duda K. • 12.03.2013 @ 16:33 responder

    você me conhece, né?

Deixe seu comentário