Favoritos

fratura exposta, por laura arantes

por   /  27/08/2010  /  12:10

As cartas que não escrevi, por Laura Arantes

Sinto-me impotente depois de ter ferido alguém. Lúcida ou negligente. Tanto faz. Devo cartas e demonstrações, mas sei que fiz o que tinha que fazer. Estranho, né? No mínimo são aquelas coisas que a gente esqueceu (des)aprender na infância… E tenho montes e montes de cartas pra distribuir. Cadê os dois palmos de um travesseiro divino, para fechar os olhos e dormir?

* O trecho em itálico é uma frase do Machado de Assis, Memórias Póstumas de Brás Cubas (Capítulo LXII: O travesseiro)

_________________________________________________________________________________________

A foto é de Owltears

_________________________________________________________________________________________

Fratura Exposta é uma seção colaborativa do Don’t Touch. Então, se você quer escrever sobre as coisas do coração, manda um e-mail pra mim! > dani@donttouchmymoleskine.com

1 Comentário Deixe seu Comentário

  • Liria • 30.08.2010 @ 15:13 responder

    Gostei muito, a citação caiu como uma luva…

Deixe seu comentário