Favoritos

por onde anda o amor?

por   /  19/04/2009  /  14:02

A bossa nova fez com que os amores ficassem mais leves -nem por isso as pessoas sofriam menos por amor-, mas agora eu não entendo mais nada. Vamos ao fundo da questão: será que as pessoas ainda têm uma dor de corno, daquelas de se enfiar na cama e nem querer saber se está chovendo ou fazendo sol? A julgar pelas músicas atuais, não.

Comecei falando de música, mas agora vou falar de amor. Será que as pessoas ainda se apaixonam, amam como amavam, pensavam no ser amado o tempo todo e fariam qualquer coisa -como diz “Hino ao Amor”, de Piaf, renegariam sua pátria e seus amigos se lhe fosse pedido- pela pessoa que amassem? Vamos falar de coisas bem banais: deixariam de ir a um jogo de futebol, se isso lhes fosse implorado? De ir à praia? Dariam o último pastelzinho da travessa à pessoa amada? Será que o amor está acabando?

Há muito tempo não ouço ninguém me dizer que está morrendo de paixão, nem homem nem mulher. Os homens não são muito de confessar essas coisas, mas as mulheres estão preferindo ir a uma academia de ginástica a sair com um homem com más intenções. O que é uma pena. Porque não há nada melhor do que viver uma paixão, e se ela não der certo, sofrer muito por ela.

danuza, em sua coluna dominical na folha

2 Comentários Deixe seu Comentário

  • Erica • 19.04.2009 @ 21:09 responder

    eu já tive a sorte de sofrer horrores por um amor :-P

  • mark • 20.04.2009 @ 13:19 responder

    Pois é, Dani…
    Muito bem posto.

    Hoje tá tudo tão plástico e descartável. Relacionamento dá trabalho. Mas ninguém quer tê-lo, né? Então, no primeiro sinal de que precisa trabalhar, ajustar, afinar, as pessoas logo desistem de si :/

    bj

Deixe seu comentário