Favoritos

cafofo sessions #3: thiago pethit

por   /  21/03/2010  /  17:15

Thiago Pethit é o convidado da terceira edição do Cafofo Sessions! Desta vez vocês verão não apenas a entrevista feita aqui em casa mas também vão acompanhar a gravação externa que fizemos no Totem Estúdio. Pethit cantou “Sweet Funny Melody”, música de seu primeiro disco, e arriscou um “Bad Romance”, da Lady Gaga.

Na entrevista, ele fala sobre o seu primeiro disco, “Berlim, Texas”, e conta como começou a cantar, quais são suas influências, suas referências… Sabe aquele papo gostoso que você consegue ter com os amigos na banheira de casa? É essa a proposta  =)

Pethit lança seu disco de estréia na próxima quinta-feira (25/3), às 21h, no Sesc Vila Mariana. Eu, sendo você, iria ao show. E compraria o disco, que é de uma delicadeza absurda.

É caminho fácil falar que Pethit saiu dos palcos do teatro carregado do drama e da vivência que coloca em suas canções, inspiradas por Tom Waits, Beirut, Bertold Brecht. Mas mais fácil ainda é se deixar levar pela sinceridade que ele coloca em suas letras e pelo capricho com que ele conduz todos os detalhes de suas melodias.

Olhando aqui o “Berlim, Texas”, cujo projeto gráfico lindíssimo é assinado por Renan Costa Lima, percebo umas coisas engraçadas. Pethit não gosta de ficar parado, ele quer sair por aí para entender toda a vida que carrega dentro de si. Ele é “Forasteiro” porque quer desbravar o “Mapa-Múndi”. Mesmo que ele peça que você “Não Se Vá”, é ele quem faz a “Fuga Nº 1″.  No meio de tantas mudanças, de tantas viagens, ele faz “Outra Canção Tristonha” e te chama pra dançar “dreaming of a neon light”. Tem coisa melhor?

Deixando a bobagem de lado, Pethit me ganha porque fala de amor, com todo o entendimento de quem já passou pelas diversas fases ou pelo diferentes momentos que o coração é capaz de sentir. O que dizer  de “Sweet Funny Melody”? “You can break my heart in one or two or more than a thousand pieces / You can bring me down, you can take me high and fly and fly / Oh, boy we still have one last dance to dance /Let’s take it as a bet, let’s give us one last chance”  ♥

Suspiros, hein? E o que tanto busca este menino? Ouçam o disco e descubram. Mas antes vejam o Cafofo, que é mais uma parceria do Don’t Touch My Moleskine com a Dulaya! Depois me digam o que acharam, hein?

23 Comentários Deixe seu Comentário

  • Mariana • 21.03.2010 @ 20:45 responder

    Isso sem falar que ele é uma graça, né? hehe
    O blog novo está incrível, Dani, parabéns!!

  • fernanda • 22.03.2010 @ 11:05 responder

    thiago petit canhou uma fã via cafofo sessions, viu. não conhecia assim tão de perto e AMEI! e que profissa a sua produção, não? to orgulhosa!!! adorei tudo, arrasante!!!!

  • Pablu • 22.03.2010 @ 13:25 responder

    Muito legal a entrevista! E gostei da musica de Thiago! Perguntinha tecnica: A camera era Canon 7d? Bjos!

  • Johnny • 22.03.2010 @ 17:41 responder

    AHAZA BEE!

  • Deborah • 22.03.2010 @ 17:43 responder

    Gente, precisa ser gateeeeeeenho além de talentoso e inteligente e fofo e…Arrasou Daniela!

  • giulio • 22.03.2010 @ 20:35 responder

    Bo, eu só daria uma dica, que ficaria muito legal.

    Que tal a entrevistadora editar as perguntas (cortando-as) e deixando apenas as respostas, como fazem a maioria das entrevistas de televisão… ficaria melhor, como se fosse um depoimento do artista a ser entrevistado…

  • tie • 22.03.2010 @ 20:53 responder

    que delicinha!!!! esse blog e esse moço!!! e essa moleskine no piano!!!

  • Felipe Lins • 22.03.2010 @ 22:47 responder

    dani, o cafofo sessions é tão cozy que me faz sentir como se eu tivesse aí, sentado confortavelmente, fumando um cigarrinho e escutando a conversa. parabéns, tá incrível!

  • rennó • 23.03.2010 @ 00:51 responder

    legal… música pethit brasileira… ;)

  • Patricia Palumbo • 23.03.2010 @ 02:07 responder

    Amei! linda pauta, cena, tudo. Nada de tirar as perguntas, tudo certo.
    quero esse moó no meu programa ontem!
    e o blog é emais! adoro meus moleskines também.
    beijos
    patricia

  • Dani Arrais • 23.03.2010 @ 12:27 responder

    mariana, brigada! ele é lindo, né?

    fêeee, que demais! vamo no show?? <3

    pablu, não tenho certeza, mas acho que era a 7d. te digo!

    johnny =D

    deborah, num é demais esse menino? =)

    tiê, que honra! adoraria que você participasse tb! =))

    ôo, felipe, melhor coisa esse seu comentário!! <3

    ahaha adorei o trocadilho, rennó!

    patrícia, brigada! e que bom que vc gostou com as perguntas. adoro sabe as diferentes opiniões!
    =*

    giulio, brigada pela sugestão! eu gosto que a pergunta fique, mas podemos experimentar outros formatos tb! =))

  • flavinha • 23.03.2010 @ 13:00 responder

    esse menino é precisoso.
    e a entrevista, incrível. ponto pro cafofo sessions :)

  • Dani Arrais • 26.03.2010 @ 17:32 responder

    eeee, brigada!

  • gUi • 6.04.2010 @ 12:18 responder

    Muito bacana a entrevista, delícia como a câmera passeia pelas confissões do Pethit.

    Fiquei triste de não ter gravado quando ele cantou Lady Gaga no show…

  • Marina • 7.04.2010 @ 17:56 responder

    Ai, Dani… o Don’t touch é inspiração pra vida! E esse Cafofo Sessions? Boniteza demais!
    Obrigada, viu!
    Abraços!

  • egidiocs • 22.06.2010 @ 20:45 responder

    Olá! Parabéns pelo blog, é muito bem feito e interessante.

  • thomas • 15.02.2013 @ 11:43 responder

    porque é que a video nao funciona?

Deixe seu comentário