Favoritos

traição é traição

por   /  04/10/2011  /  15:10

Na semana passada, fiz com Rafael Capanema uma matéria para o caderno Tec, da Folha, sobre sites de traição, que viraram febre na internet.

Leiam!

Site para pular cerca tem prostituição e falha de segurança

Site para encontrar amantes serve como ‘facilitador’, diz usuária

Leia depoimentos de repórteres que experimentaram sites de traição

_________________________________________________________________________________________

ELA: É NO BATE-BAPO QUE A COISA PEGA FOGO

DANIELA ARRAIS
COLABORAÇÃO PARA A FOLHA

Foi às 10h de uma segunda-feira que decidi apimentar minha vida amorosa. Entrei no Ashley Madison, escolhi o nome Danizinha e comecei a descrever meus supostos interesses: “mulher comprometida procurando homens”, em busca de “qualquer coisa que dê tesão”.

Escolhi homens que estavam a um raio de 50 km e tive acesso a uma profusão de torsos nus e frases diretas, para não dizer cafajestes. Marcos*, por exemplo, usa como definição “topo conhecer e te dar prazer”. Loirão24 vai direto ao ponto: “tô à procura de sexo sem compromisso”, enquanto Tatazinho exagera dizendo “proporciono grandes emoções”.

Foi MMM5400, de sunga na foto, que chamou minha atenção. Diz que está de “bem com a vida e buscando aventura”. Para começar a interagir, recorro às opções: enviar mensagem, presente ou uma piscadinha. Enviei de presente uma cereja.

Para Tequero69, “só faço com você”, mandei mensagem perguntando se ele queria conversar.

Em 24 horas, recebi duas mensagens, um presente, três piscadinhas, uma chave de acesso para fotos privativas e fui adicionada a uma lista de favoritos. O negócio funciona.

Mas é no bate-papo que pega fogo. Basta ver quem está disponível para começar a falar.

Foi assim que Nos80 me encontrou. Ele acabara de voltar da viagem de férias. Enquanto a esposa (com quem está há 11 anos e tem duas filhas) descansa, ele vê e-mail e entra no Ashley.”Ela é bacana, mas nossa relação esfriou.”

Ele some por uns dez minutos. Quando volta, diz que a esposa estava do lado e pergunta se podemos conversar por e-mail ou MSN. Claro! Danizinha está sempre disponível.

Na outra janela, converso com Gatodacidade40 e pergunto o que o levou ao site. “Carinho anda em falta por aqui, sexo então… Meses sem!”, ele responde. A conversa é interrompida. Ele volta e diz que teve que comprar créditos.

E, se no bar o que não faltam são homens comprometidos que não resistem a uma paquerinha, imagine na internet? É tudo muito rápido. Você pode marcar um encontro depois de 20 minutos de conversa. Se depender da disposição deles, o clímax vem rapidinho!

Deixe seu comentário