Favoritos

vida sem facebook

por   /  20/02/2013  /  17:24

Luiza Voll, minha sócia querida, conta na fanpage da Contente sua experiência de deixar o Facebook de lado:

Há um mês atrás eu, Luiza, desativei meu perfil pessoal do Facebook para ver como era a vida sem ele. Existia uma pequena razão aqui e outra ali, mas a principal era a seguinte: eu estava sentindo que não sabia mais usar a internet. Passava muito tempo vendo o feed, consumia principalmente os links que apareciam ali e, se não tinha nada novo, a sensação que ficava era de que também não tinha nada de novo na internet. OPA! Tem algo muito errado aí. Antes do Facebook, a minha sensação era de que a internet era um mundo maravilhoso a ser desbravado e, de repente, me vi sem saber mais como acessar esse mundo. Tinha desaprendido a pesquisar, a questionar, a buscar novas fontes, a ler textos maiores e até a visitar sites. O exercício agora é reaprender isso tudo. É abrir o browser e buscar novos pontos de partida. Eu particularmente estou adorando! Além dessa parte, sinto que tenho mais tempo livre (de verdade), estou lendo bem mais e pensando mais sobre minhas relações pessoais – já que essa é uma parte que muda bastante quando não se tem Facebook. A primeira coisa que fiz antes de sair foi anotar o aniversário de todo mundo na agenda :-). Não faço apologia para ninguém se desconectar. Com todos os seus pesares acho o Facebook uma ferramenta muito legal com mil aspectos positivos. Amo fanpages, por exemplo, e continuo escrevendo aqui junto com a Dani, mas agora de um perfil sem amigos. A ideia de dividir isso com vocês é somente a de contar sobre essa minha experiência e, quem sabe, também ler a opinião de vocês sobre isso tudo e trocar ideias, o que a gente mais gosta de fazer por aqui! Alguém aqui já fez esse experimento? Tem dicas para mim? Da minha parte, vou seguir compartilhando o que for sentindo aqui com vocês! 🙂

103 Comentários Deixe seu Comentário

  • Rê • 20.02.2013 @ 18:01 responder

    Oi Luiza, eu já pensei em sair do face… Agora estou entrando num momento que chamo de “quaresma”. Um amigo ficou com a minha senha e só vou ver a minha página de tempos em tempos… parece uma coisa meio AA… um dia de cada vez. Mas talvez funcione. Sinto que perco muito tempo vendo coisas bobas, seguindo a vida de gente que eu só conheço… tempo precioso demais pra uma vida só.

    Teu texto foi inspirador. 🙂

  • Bruna de Paula • 20.02.2013 @ 20:37 responder

    Faço jornalismo e sinceramente, acho que o Facebook não oferece mais informações úteis como antigamente. Hoje as pessoas compartilham tudo, absolutamente TUDO, sem checar as fontes de determinadas informações. Porém não me desfaço do meu por causa dos grupos (algo realmente bacana e parecido com as comunidades do orkut). Queria ter a sua coragem – olha que absurdo, afirmar que é “corajoso” viver sem Facebook -, pois não sei como ficaria as relações pessoais sem esse ciclo vicioso.

    p.s:. Amo esse blog. Ele é uma super referência para mim. Abraços

  • maria emilia • 20.02.2013 @ 20:58 responder

    há um mês atrás não existe. Ou usa há ou atrás

  • ingrid • 20.02.2013 @ 22:45 responder

    como eu dependo dele pra realizar coisas da fculdade, pro freela e ainda divulgar um pouco meu blog é meio complicado desativar, mas me desliguei um pouco no periodo de carnaval e era impressionante como meu dia rendia..

  • Larissa • 21.02.2013 @ 00:29 responder

    Já tirei um ‘facebook break’ porque meu dia não rendia quando entrava.
    Resolvi voltar e tudo continuava o mesmo.
    Agora estou fazendo intercâmbio e continuava muito ligada a cidade onde eu morava, resolvi criar um só com meus amigos internacionais. Tem sido ótimo!
    É sim uma ferramenta muito boa para manter contato com amigos, mas somente isso.
    A vida fica muito exposta, eu já vejo como uma forma das pessoas querem ser famosas. Só que o valor de ser anônimo é tão bom.
    Não existem mais novidades nas mesas de bar/restaurante porque as pessoas já sabem de tudo pelo facebook, antes de conhecer alguém vc já acha que sabe tudo sobre ele/ela.
    Relacionamentos amorosos são um caso a parte, é como se o mundo virtual valesse mais que o real. (Na verdade eu cai na real como eu estava emocionalmente ligada a essa rede social quando meu ex-namorado apagou nossas fotos e eu chorei.) Como assim? o que tá ali não é verdadeiro !!!

  • Renata • 21.02.2013 @ 12:00 responder

    Olá, Luiza! Como vai?
    Completei 1 ano sem face este mês… e não é que me sinto muito mais leve rs rs rs adorava, mas acho que me consumia muito e me deixava frustrada e inquieta com a grandioza vida que todos mostram levar no face… fora as fofocas e stalk em vidas alheias… sei lá… sinto pela falta de contato com alguns amigos distantes e pela troca de conhecimentos que, mesmo sendo em menor quatidade, ainda via por lá! Mas, tô bem! As horas que o face me consumia foram trocadas por horas de leitura e navegando por novas descobertas na internet… agora meu favoritos está lotado rs rs rs beijos

  • Amanda • 21.02.2013 @ 12:29 responder

    Oi Dani e Luiza, desativei meu facebook em junho do ano passado com o mesmo propósito. E é engraçado algumas percepções que vai constatando ao longo desse tempo… O tempo se torna bem melhor aproveitado e até a relação com a internet muda. Mas devo admitir que às vezes fico por fora do que está acontecendo… E nas rodinhas do bar da faculdade acabo ficando sem assunto sobre esse o aquele vídeo ( inclusive adoraria se vocês pudessem compartilhar uma fonte para essas coisas alternativa…porque eu ainda não achei), mas em compensação os temas discutidos nas aulas estão sempre na ponta da língua. Porque ao deixar de lado os feeds, passei a aprofundar melhor no que tá em jogo. Enfim…pontos positivos. Por outro lado, fiquei triste com a quantidade pessoas amigas e queridas que foram se perdendo. Até tentei contato por skype, sms, mas por algum motivo não deu liga. Elas ficaram. Ficaram só ali no facebook. Mas de todo jeito achei uma boa escolha.

    Beijos!!

  • Isabel • 21.02.2013 @ 12:58 responder

    Adoro o blog de vcs mas nunca comentei. Só que esse texto me fez querer expressar minha opinião. And querendo há muito tempo me desconectar do face e a maioria dos meus motivos foi escrito pela Luiza. Sinto que fiquei mais preguiçosa e que aproveitava muito mais meu tempo na web. Sem as redes sociais, vc passa a pesquisar mas o que é do seu interesse e não fica influenciado a “usar” só aquele caminho. Ando mais fã do Pinterest já que é uma rede sem muito espaço pra ti ti ti – o que geralmente é o chato das redes sociais. Também acho que há tempo pra tudo. Eu, por exemplo, estou estudando para uma prova difícil e sem querer perco muito tempo de bobeira. Também trabalho com web e sinto necessidade de trazer coisas novas ao meu trabalho o que anda sendo cada vez mais raro já que todo mundo fala de todo mundo. Adorei o comentário da Renata também.

  • Lorena Borges • 21.02.2013 @ 16:41 responder

    Sair do facebook também parece ter me dado leveza.
    A vida de todo mundo parece mais bonita, interessante, badalada e legal do que a minha. Ninguém tem defeitos no facebook, são todos populares, cheios de amigos, que viajam sempre para lugares lindo e paradisiacos.
    Sai do facebook e parece que me tomei um antidoto contra algo muito ruim.
    Gabriel Garcia diz em sua autobiografia “La vida no es la que uno vivió, sino la que uno recuerda y cómo la recuerda para contarla”. É assim vejo o facebook, uma utopia sobre quem e como você gostaria que a sua vida fosse, então você a conta como sonha. E é isso o que vale, como você a conta.

    Tudo tem seus prós e contras, e basta você saber para qual lado a sua balança pesa mais. Estou feliz sem. Reaprendi a manter contato com os amigos, reaprendi a conversar, reaprendi a ver o mundo. E sem facebook, ele parece mais feliz e real. É ótimo tomar um café com um amigo para ele me contar, pessoalmente e com seus detalhes, todas aqueles aventuras e desventuras que ele teve, que o facebook inteiro já sabe, e você não, mas que agora você sabe de um jeito único e especial. Os contatos se tornam mais verdadeiros. Longe da regra de ser popular, educado e politicamente correto que inconscientemente o facebook te estipula.
    O facebook se fecha e o mundo se abre.

  • Luiza Voll • 22.02.2013 @ 18:56 responder

    Obrigada a todos por tantos comentários sinceros e com experiências pessoais. Adoramos!

  • Ana • 22.02.2013 @ 21:43 responder

    Eu saí do facebook há um mês, e pode para muitos parecer que foi por um motivo bobo e “fracóide”. Eu terminei um namoro pela segunda vez, com a mesma pessoa. Da primeira vez manti o Facebook e sofria a cada foto que os amigos em comum compartilhava (dele em festas, com outras garotas) e aquilo me doía na alma. Até cheguei a deletar alguns amigos, pra não ficar “seguindo” a vida dele no meu feed. Ele me pediu pra voltar e eu toda boba fiquei super feliz, nunca mudei o status, mas fiz um album todo bonitinho com o título: “É Deus, parace que vai ser nós dois até o final…”, muita gente curtiu, achou lindo, fez comentários. Fui boba ao expor minha vida, mas tava feliz. Aí ele terminou de novo, e apesar de adorar todas a páginas que seguia, eu resolvi me deletar dessa vez. Seria mais fácil que sair excluindo fotos e amigos em comum pra não sofrer com os feeds. Sinto falta. Mas meu coração tem agradecido. Beijo às duas.

  • Daniela • 24.02.2013 @ 08:01 responder

    Nada contra o facebook, só não favoreço aqueles que não sabem utilizar a internet de maneira adequada. Da mesma forma que a internet veio para facilitar nossa vida em varios aspectos, principalmente nas relações pessoais com esses novos meios de comunicação, ela pode tmb nos alienar se não formos moderados. Como tudo na vida, tudo em excesso faz mal, pra que não nos prejudique, é preciso uma reeducação quando o assunto é ser conectada. Afinal, a vida é aquilo que acontece quando não se esta o tempo todo na frente de um computador ou vidrado no celular. A internet é ótima e pode ser muito prazerosa e facilitadora, mas somente para os que dela, sabem utilizar. 🙂

  • Janaina • 27.02.2013 @ 12:42 responder

    Olá,
    Eu tive um perfil no facebook por apenas 1 mês. Achei tudo muito chato e acabei encerrando minha página. Observo de longe o comportomaneto das pessoas e percebo que por algum motivo as pessoas não gostam mais de privacidade. O que houve??? Sempre ache que preservar informações sobre a vida fosse algo interessante, mas vá lá! Acho engraçado tudo isso e lamento por já não receber telefonemas no dia do meu aniversário, porque as pessoas só lembram dos aniversariantes quando o facebook dá um aviso. Na internet amo alguns blogs, como este, e o pinterest.

  • Tany • 27.02.2013 @ 13:39 responder

    Não saí do Facebook, mas hoje em dia uso ele bem menos tanto que agora estou no horário de almoço e não estou nem com a aba dele aberta. Raramente acompanho os feeds além do momento em que eu entro, checo se tem algo novo (página do blog, grupos que participo) e depois fecho novamente. Ocasionalmente, gosto de conversar com as pessoas e responder mensagens que viram mais e-mails por lá para os amigos que não converso sempre e não gostam de escrever e-mails, mas é somente isso. Prefiro stalkear twitter a facebook. Não acho ele tão interessante assim há muito tempo e me dá uma pena de quem tem o Facebook como o ponto principal da sua vida online. De qualquer forma, sei bem que sou sortuda porque é um tempo que eu ganho em diferença a muitos amigos.

  • Fábio • 27.02.2013 @ 14:23 responder

    Olá!

    Desativei o meu facebook por alguns dias, pois queria me reeducar. Queria reaprender a organizar o meu tempo, pois percebi que eu passava muitas horas lendo tudo o que era compartilhado na minha timeline. Pior do que isso, percebi que, sempre que eu publicava alguma coisa, eu ficava ansioso, esperando que as pessoas curtissem, compartilhassem ou comentassem o que eu havia postado. Era como se eu precisasse que a minha rede de amigos validasse as minhas opiniões, como seu eu precisasse da aprovação das pessoas. A minha ansiedade era tão grande que eu abria o aplicativo do facebook no meu celular umas 3 vezes por minuto, só pra checar quem mais tinha curtido a minha foto ou o texto que eu tinha compartilhado. Percebi que isso não podia ser saudável, logo, tomei a decisão de me isolar por uns tempos.

    Já reativei a minha conta, mas acho que estou fazendo um uso muito mais saudável dela. Além do mais, tenho amigos que moram muito longe, e o facebook é, às vezes, o meio mais fácil e rápido de comunicação entre nós.

    De qualquer forma, o tempo que eu fiquei sem usar o facebook me ajudou a redescobrir prazeres dos quais eu já tinha esquecido. Tenho lido bem mais desde então. Tenho pensado mais. Tenho visto mais filmes. Tenho tentado me relacionar com as pessoas de forma menos impessoal. Tenho tido mais tempo para lidar comigo mesmo, para processar as minhas próprias opiniões sem me submeter às opiniões alheias.

    Concordo com cada palavra do que a Lorena Borges disse. “O facebook se fecha e o mundo se abre.”

  • Jussara Tuma • 8.03.2013 @ 12:36 responder

    Eu sou mais uma a engrossar o coro. Sinceramente, achei que fosse sofrer quando desativei meu perfil, em julho do ano passado. Mas passados alguns dias, vi o quanto ele não me fazia falta e me ocupava demais o tempo… tempo de trabalho, tempo de lazer, tempo com meu marido e com meus amigos. Tudo tinha que estar na timeline para fazer sentido. E no fundo, isso não faz o menor sentido. Sou muito mais feliz agora, que voltei a devorar um livro atrás do outro, a estudar mais, me dedicar às minhas aulas de francês, ao meu blog e às minhas relações de verdade. Adorei o texto!

  • Alexandre • 8.03.2013 @ 15:16 responder

    Eu cancelei minha conta de Facebook há um ano e meio, não sinto falta alguma, na verdade me sinto muito mais liberto. No meu caso não cancelei por achar que a vida dos outros era melhor que a minha, cancelei por ver que as pessoas no Face desenvolvem uma dupla personalidade, em que na internet falam tudo a todos, ficam cheios de opinião, se acham no direito de reclamar de tudo, se acham no direito de expor tudo o que pensam , perdem a noção… fora alguns que chegam a postar fotos no hospital tomando soro!!! pra que isso? querem que tenhamos pena? o que querem fazendo algo assim? é demais pra minha cabeça ver esse desespero de alguns em chamar a atenção
    Saí do face pois a ignorancia é um presente, e prefiro não saber o quão idiotas algumas pessoas podem ser, algumas coisas se é mais feliz não sabendo.
    Antes de sair , já estava há meses sem postar nada, pois não estava a fim de dividir nada com conhecidos. Esses conhecidos claro, nunca me telefonaram pra saber o que aconteceu, ou nunca sentiram falta. Já meus amigos de verdade, nunca perdi contato, continuam meus amigos até hoje, com ou sem face. 95% dos meus mais de 500 “amigos”do face não moveriam sequer uma palha pra me ajudar caso eu precisasse, pra que dividir detalhes de minha vida com gente assim? e o que eu ganho em saber o que gente assim faz da vida? Enfim, basicamente por esses motivos saí do face, e aconselho a todos fazer o mesmo, a vida fica mais leve :))

  • Joana • 13.03.2013 @ 19:43 responder

    Eu não cheguei a desativar a conta, pois tenho familiares que moram longe e vez ou outra eu gosto de ver as fotos. Mas fiz assim: primeiro uma faxina, tirei as pessoas com as quais definitivamente eu tenho não quero ter relação nem no mundo real ou virtual. Segundo mudei as configurações, deixei tudo privado e com aviso por email com caso de marcação de foto ou citação. Terceiro eu só abro quando recebo esses avisos, para dar um parabéns a quem eu não tenho outro modo de dar e ver fotos novas das crianças da família. E o último e mais radical, quando eu abro, vou direto na mina página. Não vejo as notícias de ninguém e sou feliz assim. Concordo com o Alexandre, a ignorância é mesmo um presente.

  • Ana Emilia • 7.04.2013 @ 11:27 responder

    Cassei na internet argumentos para desativar meu facebook e encontrei essa página onde pessoas compartilham da mesma opinião que eu. Acabei de desativar meu facebook, há apenas 30 minutos… Me sinto leve e feliz. Incrível a boa sensação que sinto agora! Não estou codnenando o facebook, mas confesso que me sentia invadida, ansiosa, fora que não recebi mais feliz aniversário a não ser pelo face, o que é isso??? Até familiares que nem falam comigo estão lá noface só por estar. Eu não quero uma vida assim por ser. Quero voltar, quero retomar a vida antes do face. Quero sair com meus amigos, saber pessoalmente de suas vidas, seus sonhos, rever familiares e ter o que conversar. o face nos conta tudo, então vamos conversar o quê? E mais, confesso, sentia raiva, inveja, tristeza quando via uma foto postada de uma festa para a qual não fui convidada. Sim, de amigos próximos inclusive. Sensação de rejeição. Eu nunca fui uma pessoa popular… mas isso não quer dizer que eu não sou legal e tenha coisas boas para contar… No face a vida dos outros parece mais colorida, mas a realidade era outra… Ainda assim ficava a sensação de vazio nas relações. Desejo que minhas relações sejam profundas e verdadeiras, ainda que poucas. obrigada por poder desabafar.

  • Henrique Doni Dias • 5.05.2013 @ 19:00 responder

    Acabei de excluir definitivamente meu facebook , e esse foi o terceiro face q tive e o terceiro q excluir só q dessa vez as coisas ficaram bem claras na minha cabeça , percebir q no face estava vivendo um mundo de fantasias vendoo fotos de pessoas q foram minhas colegas no colégio comentando nas fotos , conversandoo muitoo com elas no batepapo do face e pessoalmente eu não via nenhuma delas mais sem contar a falsidade quando eu postava alguma coisa no mural delas do face e algumas apagavam e eram que eu tinha uma consideração mesmo não vendo mais pessoalmente e tbm quem eu achava que era legal acabava me excluindo do face e eu acabava sofrendo um pouco com isso até que hoje resolvir dá uma basta nessa ilusão chamada facebook excluir definitivamente e tão cedo farei outro ou melhor se eu tiver vergonha não crio mais rede social mais nenhuma.

  • Marcelo • 7.05.2013 @ 00:27 responder

    Nunca utilizei rede social, se quer me cadastrei em alguma. Vejo meus amigos e familiares utilizando, nunca tive vontade (Palavras sinceras!). O que mais me entristece são pessoas que conheço e tenho amizade, se expondo ao ridículo, postando fotos ridículas, fazendo comentários inúteis e ofensivos. Acho que rede social não seria tão ruim se soubessem utilizar, sei que algumas pessoas o fazem, mas a maioria…
    Se a Internet é um mundo, a rede social é o esgoto.

  • Daniel • 16.05.2013 @ 20:31 responder

    Oi! Acabei de desativar o meu face, depois de dois meses pensando sobre o assunto! Minha decisão final veio logo depois que percebi que também já não sabia mais usar a internet como gostaria, que ficava muito tempo no facebook e que possuia muitos amigos que eram realmente apenas amigos do face e não da vida real. Mas minha decisão final para desativar veio depois que vi uma entrevista do sociólogo Zigmund Bauman, onde ele diz que o facebook destruiu com os laços sociais por não exigir mais compromisso nas relações interpessoais. Quero viver uma vida signficativa, autentica e estou cansado de me enganar e perder meu tempo no face…

  • Igor Almeida • 7.06.2013 @ 21:20 responder

    Desativei meu facebook ontem e hoje ja me sinto mais conectado com a vida. Éh ate etranho chegar em casa agora.. ja estava ansioso para ver quem estava online na sexta a noite! Quantas mensagens pessoais e quantas notificaçoes?!

    Mas a vida quando se caminha de forma virtual é falsa e traz frustraçoes, as pessoas percebendo ou nao, ngm esta o tempo todo alegre como se diz no facebook, parte da nossa vida sao os momentos de tristeza e reflexao , e negar isso eh perigoso! Segunda feira tive um insight muito forte sobre o que tinha se tornado de verdade as relaçoes de hoje em dia, eh dificil construir amizade de verdade simplesmente pelo facebook, ha muito ego ali, ha muita coisa pra se apontar, eh dificil falar coisas importantes ou do coraçao. E comecei a perceber como todos tem cada vez mais essa necessidade de expressar que estao bem a todo tempo, ficar triste eh proibido hoje em dia… E viver nesse mundo de aparencias onde as pessoas se importam muito mais com a opiniao alheia do que com a propria vontade, traz a depressao e etc… Uma rede social é sim possivel , mas nao com o nivel de mediocridade das pessoas sempre competindo e maquiando suas vidas e apontando os erros dos outros, numa sociedade de fato utopica, e inexistente.

  • Pri • 9.07.2013 @ 17:06 responder

    Bom, não fiz facebook sabe pq? Porque só eu sei a tranquilidade que senti quando o orkut começou a ser menos utilizado…a minha ansiedade diminuiu, enfim, as preocupações, ciúme, frustração por pensar que a vida alheia era mais divertida que a minha, sumiram, e deixaram uma tranquilidade muito boa, juntamente com a perca da necessidade de exibir uma vida boa. Mesmo lá no falecido orkut eu não era de fazer desabafos, etc…Nem cheguei a fazer facebook e nem vou. As pessoas me cobram muito, algumas julgam dizendo que é pq meu namorado tem ciúme, mas na verdade ele nunca brigou cmg por causa de internet, quem fazia isso era eu! Bom, julgamentos à parte, não tenho “face”, porque nao quero.

  • Tatiana Eames • 9.07.2013 @ 19:01 responder

    Luiza, super legal voce desativar sua conta !! Eu tambem penso em desativar… mas aqui vai o problema : minha familia e meus amigos que moram no Brasil usam o chat do Face pra se comunicar comigo ( que moro fora) . Ninguem mais usa MSN , ICQ ( nossa , esse é velho) , ou outros canais de instant message. Mesmo tendo Skype, as pessoas só abrem o Skype quando peço pra elas abrirem pelo Face… entao fica dificil desconectar. Aguém tem alguma dica? Outro ponto: concordo com voce que uma vez que se desativa o Face, voce passa a buscar mais artigos e objetos de leitura na net, esse com certeza é um ponto válido. Um ponto que talvez eu discorde é em relação a argumentos de privacidade. Pensei em fazer um blog, pra escrever mais e tal, mas ai percebi que o blog seria aberto a toda e qualquer pessoa, e os comentarios no meu face sao abertos apenas as pessoas que adiciono. Nesse ponto, penso que ainda tenho mais provacidade no Facebook.

  • Anderson • 11.09.2013 @ 22:16 responder

    Saí ontem, e acho que fiz bem, era bem isso que você comentou, a internet com o facebook ficou vazia. Hj sem ele me sinto mais leve. Uma coisa que não gostava era de ver muita gente postando viagens, fotos bacanas, gastos com objetos de consumo…. acho que certas coisas são privadas demais para serem compartilhadas. Gostando de estar sem o facebook.

  • Gabriel • 12.09.2013 @ 15:42 responder

    Olá,

    Desativei minha conta do Face pq não estva rendendo o meu trabalho, que é muito importante. Perdia muito tempo com cuisas futeis, inuteis e desnecessarias.
    Tempo que ficava no face, agora, corridas durante a noite, mais visitas em sites de noticias, cuido mais do meus emails skpy e etc. Mais tempo conversando com meu pai mãe Irmãs e amigos proximos.
    Até agora esta dando resultado.
    Era escravo do face, e ficava em um mundinho mediucre.
    não sou contra, mas pra mim não faz falta.

  • Hugo • 17.09.2013 @ 14:45 responder

    Desativei meu face em 21/06/2013, fiquei quase 4 meses sem entrar novamente, mas hoje dei uma ativada rápida para ver o que tava rolando. Nem fiquei online, nem conversei com ninguém. Nos dias das vésperas de eu desativar meu face, eu estava muito triste, quase depressão, justamente por causa de pessoas no face que me deixaram triste. Eu não aguentava mais, por isso desativei, e foi um alívio! Mas de uns dias pra cá me deu muita vontade de voltar, eu tinha me prometido que só voltaria depois do termino das aulas e não sei se consigo esperar até la. Só para constar, minhas notas subiram assustadoramente logo nas duas semanas seguintes sem Facebook. Fechei 3 provas e minha média simples de todas as provas superou 8,5 pts. Sempre fui um aluno mto bom, mas esse ano estava mal, e não tinha fechado nenhuma prova e já estavam me zuando por isso, eu estava mal. Fui radical, apaguei o face, infelizmente deixei de ter contato com meus primos que amo, e se eu já não tinha amigos antes, agora é que não tenho mesmo.

  • Carolzita • 22.09.2013 @ 14:53 responder

    Achei esta página sensacional, pois lendo os comentários constatei que outras pessoas chegaram às mesmas conclusões que eu.
    Ainda possuo conta no face por dois simples motivos: manter contatos com parentes e amigos distantes e ter informações úteis que dividem em grupos de estudo, já que estou estudando para concurso.
    Sentei hoje em frente ao computador para deletar fotos, comentários…não coloco muitas, posto de vez e quando, mas no final a gente vê que nossa vida está exposta demais ali. A gota d´água foi no me último aniversário, uma vez que quase não recebi ligações ou visitas, recebi muitas solicitações, porém foram no face, foi muito estranho mesmo, pois nos outros aniversários tive muitos contatos pessoais e telefonemas, não que algumas pessoas não tenham carinho, mas não valorizam mais o contato pessoal. Percebi que a Rede Social (no meu caso o face) de fato traz uma ilusão de um convívio que não existe, ou seja, a amizade virtual é abstrata, o convívio nos relacionamentos é utópico, pautado em fotos de eventos, viagens, momentos mascarados, cada um usa de acordo coma sua finalidade, alguns usam para se promoverem ou promoverem seus negócios, outros usam para investigar a vida dos outros e para postarem uma imagem com o maldoso intuito de serem investigados e mostrarem aquilo que é conveniente e existem até aqueles que ainda não se deram conta de que ao sair da rede social, aquele amigo do face é um amigo imaginário, ele não vai lhe ajudar com um palavra, com uma conta, não será sua companhia nos momentos importantes da vida e também não estará no cotidiano…Outro acontecimento que me deixou pensativa, foi uma amiga que convidei para ser madrinha do meu Casamento e ela não pode ser por compromissos pessoais, então pediu para eu postar as fotos no Face, convidei-a para me e assim mostraria meu álbum de Casamento e aí tomaríamos um café, um chá…qualquer coisa juntas….estou esperando a visita dela até hoje. Veja bem, o que me fez refletir não foi o fato dela não ter ido, mas sim o rumo virtual que as amizades estão tomando.
    Sem contar as neurozes e as prisões que criei para mim mesma: postar fotos e ficar entrando no face para ver comentários, além de responder os comentários, ficar sabendo da vida de pessoas mesmo sem querer, ter a curiosidade aguçada para aquela festa ou evento que não fui convidado, querer ver o feed de notícias, ver comentários ridículos e fotos da intimidade sendo divulgadas, uma vida que não condiz com o que vendem . São vícios inerentes ao uso da Rede Social.
    Fiz um comparativo de quantos amigos tenho no face e com quantos tive contato pelo menos nos últimos três anos e percebi que tem algo de errado com a minha vida social, pois os amigos que fazem parte da minha vida real não precisam ficar me comunicando no face, pois falam pessoalmente…rs. A não ser quando é algo urgente. Comecei a me sentir um pouco mais sozinha, por me deixar absorver por este mundo imaginário, coisa que nunca havia sentido antes.
    Por fim percebi que meu rendimento no estudo e nas tarefas pessoais diminuíram consideravelmente, pois no meu trabalho nem cogito a possibilidade de navegar em rede social . Preciso estudar e o tempo que estava perdendo no face é precioso para mim. Penso que é uma questão de autocontrole sim a tecnologia de forma equilibrada e inteligente, mas precisamos ficar atentos às armadilhas do mundo moderno.
    Quero usar o meu tempo com o que realmente existe na minha vida. A partir de hoje mudarei minhas atitudes e voltarei aqui para contar os resultados.

  • bernhard • 2.11.2013 @ 22:48 responder

    desde o começo eu sabia que não deveria ter me conectado. como sempre fui mais reservado e quieto, sabia que ali não é o espaço para minha personalidade. mesmo assim, por “incentivo” (pressão) de amigos, sob o argumento do “vc não pode se isolar do mundo” (etc.), cedi e fiz o perfil.

    como sempre gostei de redigir, foi um bom espaço para divulgar textos, e o retorno imediato, assim como comentários etc. em uma dinâmica mais rápida do que do blog e uma “certeza” de leitura – posto que, no blog, a pessoa deve entrar na sua página, enquanto no face aparecerá direto na linha – serviram como estímulo.

    PORÉM, meu cotidiano mudou, pois fiquei acompanhando com maior regularidade as postagens e também fui aumentando as minhas. isso tomou tempo valioso e, infelizmente, não mantive a disciplina necessária.

    além disso, no final das contas, minha conclusão do modo como as pessoas expõem suas vidas, viagens, e toda a draga consumista, sinceramente, me irritam profundamente.

    por isso, para mim, a experiência foi frustrante e só confirmou minha crença anterior: minha personalidade não se adéqua aquele espaço. um alívio sair dali.

  • Déborah • 9.11.2013 @ 05:29 responder

    Realmente o facebook é uma furada! Desativei temporáriamente minha conta,mais espero conseguir ficar o máximo possível longe daquilo tudo.Sinceramente,eu não combino com aquelas coisas,com aqueles feeds,com aquelas fotos e nem com aquelas pessoas,muito menos me interessa a vida(não real) de toda aquela gente.Sempre gostei da autênticidade,e simplismente me inclui em um mundo (viciante)infelizmente,totalmente contrário a tudo aquilo que eu busco,que eu espero,e o que eu sou.Sem contar algumas frases,atos dissímulados,pessoas com atitudes de falsidade em massa,tudo em troca de míseras curtidas,seres com indiretas ridículas para se auto promoverem!Deu pra mim! Sinto-me livre,ninguém sabe de mim e agora,não tenho mais aquele peso ‘do estar interessada’na vida de determinadas pessoas,que definitivamente não me interessam! Concordo,com grande parte das opiniões das pessoas daqui.. E eu espero continuar livre dessa rede social,por muito tempo ainda..

  • Leticia • 25.11.2013 @ 10:33 responder

    Nossa, eu tenho essa mesma sensação de que desaprendi a usar a internet. eu odeio o feed e por mais que eu curta um monte de fanpages que me proporcionam vários conteúdos legais eu ainda assim acho que fanpage é muito curto/objetivo. prefiro os sites. além do mais, comentar no facebook é muito fácil e todo mundo faz, isso deixa milhaaares de comentários reacionários e esse são quase sempre os que estão em destaque. isso me deixa puta! eu desativei esses tempos pra trás, mas por causa de uma treta eu acabei ativando ele.. mas vou pegar o conteúdo que quero continuar seguindo, favoritando seus sites e excluir logo o FB pois é tenso.. me tira muito tempo.

  • Tiago • 28.11.2013 @ 02:51 responder

    Achei esse post por acaso numa pesquisa no google . Queria saber se as pessoas partilhavam das mesmas opiniões que as minhas sobre a saída do facebook. Depois de inúmeras tentativas, consegui aguentar os “14 dias” para encerrar a minha conta. Confesso que reaprendi a utilizar melhor a internet, como vários leitores já disseram. O facebook é meio que a caverna de Platão. Nós vemos apenas as sombras, as aparências, não o íntimo das pessoas, que só se revela em uma conversa face a face.

    Embora o facebook seja uma forma de contatar pessoas que estão longe, como meus amigos da faculdade e do mestrado, aquilo lá virou uma redoma de malucos exibicionistas. Onde já se viu, postar foto de comida, né?

    Eu sempre me considerei um bom leitor, mas nos tempos de facebook (foram 3 anos), deixei de ler muitas coisas. Hoje, sem um perfil, voltei a estudar outra língua, li 5 livros em 3 semanas, voltei a estudar música e por fim, estou conseguindo terminar a minha dissertação de mestrado.

    Aos relutantes: abandonar o facebook é uma experiência sociológica sem igual, onde você reencontra o tempo, desperdiçado em “likes”. Eu recomendo. Minha cabeça está em um processo de desintoxicação.

    No mais, parabéns pelo blog

    🙂

  • Flávia • 11.12.2013 @ 10:55 responder

    Pois é…eu também resolvi parar de acessar o face para sentir quem realmente vai me “acessar” por telefone, com uma visita ou um convite para um café. O face é uma mentira. Você pensa que se relaciona, mas é um ótimo veículo para você se manter distante. Ninguém mais telefona para saber como vc está, acha que o sorriso exposto no perfil é o suficiente para achar que vc está feliz. Tudo mentira. Quem realmente me ama vai me procurar. Não perderei tempo com quem me considera apenas uma “curtida”.

  • Flávia • 11.12.2013 @ 10:57 responder

    Tiago, adorei seu comentário. Também estou desintoxicando…

  • Jaque • 4.01.2014 @ 02:53 responder

    Achei o site pelo google para saber mais sobre a vida sem facebook. Tenho pensado nesse novo ano sobre tirar as coisas que vem me atrapalhar, tomar meu tempo. E percebi que estou muuito viciada em Facebook. tenho muitos familiares e guardo muitas fotos minhas que so eu posso ver. tenho que fazer um back-up das fotos e pegar o tel. de quem me interessa. Penso em continuar a ter contato pelo whatsapp e desativar o facebook, e olha que eu relutei muito para naum ter. Mal gostava de orkut mas agora estou quase dependente de ver as pessoas curtirem minhas postagens, de ver, por mais que eu saiba q é tudo falsidade o perfil das pessoas

  • Renê Rodrigues • 9.01.2014 @ 15:37 responder

    Olá amigos, aqui parece um divã de tantas confidência, a respeito do facebook, e eu nem poderia deixar de me deitar nesse móvel pra fazer as minhas declarações. Realmente, precisava ler tudo isso depois que tomei a decisão de dar um tempo da rede social. Eu fui me vendo num pouco do que cada um falava e juntei e cheguei ao denominador comum. Também, como alguns falaram, procurei pelo google alguma coisa sobre o assunto e me deparei com o blog. Não desativei o perfil, isso me faz lutar com ele no ar e eu me reeducar dessa forma, porque, como alguns tenho amigos distante que não quero perder o contato. Incrível que era a primeira coisa que eu fazia ao chegar no trabalho e deixava até a hora de ir embora, vendo coisas fúteis sem necessidade. Preciso estudar e ler muita coisa da faculdade e o tempo que me destinava a ler os posts(o que a cada hora era atualizado, me prendendo com o próximo que vinha), parecia um hipnotismo. Estou conseguindo deixar o perfil na geladeira e esporadicamente dá uma pequena olhada pra ver se não tem recado de um amigo e fechar. Não quero me deixar mais dominar pela fera FACEBOOK!!!!

  • Nasser • 17.01.2014 @ 14:10 responder

    Bom galera, deixei o facebook essa semana e o que me levou a fazer isso? Varios fatores, falta da presença fisica das pessoas que conheço, muitos “amigos” do face so te comprimentavam pela rede, quando passava perto de você fingiam que nao te conheciam. Minha relação em casa tambem ja estava bem desgastada, pegava o celular para ver o feeds de 5 em 5 minutos, foi ai que percebi que estava ficando refem desta rede social muitas vezes nao prestava atenção no que minha mae e amigos me diziam, estava focado no face. Agora, espero que minha vida Volte ao Normal, espero conversar mais com amigos verdadeiros e pessoalmente, ler mais livros, caminhar, e tudo mais que a vida possa oferecer. Não quero mais ficar APRISIONADO. Abraços

  • Thamara • 9.02.2014 @ 10:32 responder

    Também excluí meu facebook pelos mesmos motivos e já me sinto mais leve,mais feliz!!Ficava muito irritada com a importância que as pessoas davam a certas futilidades e fazendo de tudo por um simples “curtir”,como se dependessem da opiniâo das pessoas para se sentirem bem,sem contar que lá todos têm uma vida “maravilhosa e feliz ,”sem problemas e dificuldades,mas sabemos que é tudo “teatrinho” pois ninguém tem uma vida” perfeita”…Hoje aproveito mais o meu tempo,leio mais livros,acesso sites muito mais interessantes.Nâo estou falando para ninguém excluir o facebook,mas eu estou bem melhor assim e nâo me faz nenhuma falta

  • clara • 8.03.2014 @ 23:56 responder

    Acabei de excluir meu face tambem e estou me sentindo muito leve
    parece q o face e toda aquela futilidade mw dava depressão, um bando de falsos q na realidade quando vc precisava desabafar todos somiam do chat sem dizer na competição um querendo ser melhor q o outro querendo mostrar q come melhor q sai para lugares melhor q tem a vida mais feliz enfim muitas futilidades nao quero mais minha vida exposta tambem tem muita gente invejosa e mal inte cio na da e eu colocava a vida e a imagem dos meus filhos expostas tambem.e decidi nao expor mais minha vida e nem saber da vida de ninguém

  • Celso Paula • 17.04.2014 @ 01:33 responder

    Ter privacidade é fundamental. Na maioria dos casos as pessoas t julgam pelo perfil q vc publica, alguns mostram o retrato da vida na real e outros exibem farsas..

    Desativei minha conta ano passado e sinceramente não me faz falta, somou muita vantagem.
    Além de ter + tempo p estudar, ler e se dedicar em atividades que digo superiores, posso manter a descrição e revelar apenas p os amigos do peito pormenores pessoais d minha vida.

    O comportamento humano é traiçoeiro, algumas medidas de prevenção ajudam e filtram relacionamentos entre amizade e família. Agora lógico tem aqueles q trabalham com informação e precisam da ferramenta, nessa vertente a rede social vira uma necessidade, fora isso, quando quero falar com a minha família q mora em outro estado, uso o SKIPE ou CELULAR DE GRAÇA…simples…

    Usar o f.c. novamente, só se for com o intuito comercial.
    Nada contra que usa, claro.
    Essa opinião é pessoal. Valeu galera!

  • Leonardo • 19.04.2014 @ 23:06 responder

    Eu nem sei o que dizer, ou melhor, escrever, me identifiquei em vários dos relatos aqui postados, e fui me sentindo mais aliviado em estar fora do face por alguns dias já. Excluí minha conta, algumas pessoas dizem que eu deveria tê-la desativado, porque eu irei me arrepender e querer voltar será uma trabalheira só. Mas a vontade de voltar não habita em mim não, e se depender do meu cansaço espiritual e mental, ambos adquiridos através do face que por sinal me renderam alguns meses de terapia, não, obrigado mas não irei voltar não.
    Enfim… fico muito feliz em ler pots e comentários de pessoas que mesmo que acabem voltando, ao menos se questionam, e tentam ter uma vida mais saudável longe da pilula azul. Eu já estou na terceira tentativa. Algo me diz que será a última. Sempre fui muito disciplinado com desafios, e agora mais centrado e focado tenho certeza que não retornarei ao facebook.
    Desejo força aos que estão tentando. Não desistam. Há vida fora das paredes azuis.
    🙂

  • Leonardo • 19.04.2014 @ 23:07 responder

    Eu nem sei o que dizer, ou melhor, escrever, me identifiquei em vários dos relatos aqui postados, e fui me sentindo mais aliviado em estar fora do face por alguns dias já. Excluí minha conta, algumas pessoas dizem que eu deveria tê-la desativado, porque eu irei me arrepender e querer voltar será uma trabalheira só. Mas a vontade de voltar não habita em mim não, e se depender do meu cansaço espiritual e mental, ambos adquiridos através do face que por sinal me renderam alguns meses de terapia, não, obrigado mas não irei voltar não.
    Enfim… fico muito feliz em ler pots e comentários de pessoas que mesmo que acabem voltando, ao menos se questionam, e tentam ter uma vida mais saudável longe da pilula azul. Eu já estou na terceira tentativa. Algo me diz que será a última. Sempre fui muito disciplinado com desafios, e agora mais centrado e focado tenho certeza que não retornarei ao facebook.
    Desejo força aos que estão tentando. Não desistam. Há vida fora das paredes azuis.
    Abraços galera.

  • Beto • 27.04.2014 @ 14:24 responder

    Ola deixei o Facebook, e me sinto mais livre. Não me faz falta alguma, meus “amigos” muitas vezes entrava e nem deixava pelo menos um bom dia ou boa noite. Não tenho pra que ter um perfil no face, nasci e vivi a te agora sem ele (facebook) Meus amigos são aqueles que encontro pessolamente e fala comigo na rua, no trablho na faculdade. Acho que o face devia em vez de adicionar amigo devia se chamar adicionar conheçidos pois é incrivel que ve tem amigo no face mas pessoalemnte essa pessoa não dar a minima pra vc. fato

  • Neri • 7.05.2014 @ 19:22 responder

    Nossa, desativei meu facebook há duas semanas, foi um alívio, sério, estou conseguindo ler meus livros e não ficar tanto tempo lendo coisas que nem são importantes e as pessoas se expondo demais, sei lá, cansei mesmo, fora os parentes, sim, se um postava fotos de uma comemoração, o outro queria saber pq não foi convidado, oh what? Estou muito em paz.

  • Sheila • 11.06.2014 @ 15:53 responder

    Desativei meu facebook pq não aguentava mais tanta falsidade, exposição e falta de respeito na rede.

    Tudo começou com a guerra de aparências, todo mundo tem uma vida perfeita, ninguém fica triste, todos são lindos e saudáveis. Quando não é assim, são todos super queridos que recebem mil visitas no hospital, ou que trocam o parceiro que meteu um belo par de chifres por outra pessoa melhor fácil fácil.

    Depois percebi a falsidade das pessoas umas com as outras. Tenho parentes que me veem uma vez ao ano, mas que no facebook se faziam de íntimos.

    Tinham os que metiam o bedelho na minha vida, cheguei até a receber uma indireta de um tio… O.o

    Por fim, a gota d’água, foi a forma como as pessoas chegaram ao ponto de acreditar que nossas vidas é tudo aquilo alí que está no facebook. Ou seja, se não tem foto sua com seu marido todo final de semana provavelmente vcs são infelizes. Se vc ocultou seu status de relacionamento seu casamento deve ter acabado. Se depois da gravidez a fulana não postou mais fotos de si mesma é pq deve estar uma baranga.

    Não deu! Essa cobrança exagerada por postar, postar, postar… parecer feliz, parecer realizado, parecer querido, parecer perfeito, parecer lindo, parecer inteligente… é muita forçação de barra.

    Fora o nojo que fui pegando das pessoas com as publicações desnecessárias delas. È foto, todo santo dia, do projeto de tanquinho da pessoa e do treino, é anúncio de término de namoro regado a indiretas, fotos do filho babando/cag@#&d*/vomitando/chorando/mamando nas tetas da mãe, compartilhamento massivo de publicações religiosas/de violência/política…

    E o ódio e falta de respeito então? Meodeos, o povo está intolerante, entram no face e botam a boca no trombone por qualquer coisa. Acompanhando uma página de decoração, tinha uma área destinada a publicar seu “cantinho preferido”, e vi gente comentando coisas como “ridículo”, “de péssimo gosto”, ou seja, a pessoa expõe uma foto da casa dela e os demais se sentem no direito de serem grosseiros. (afinal, ela expôs sabendo das “consequências”).Affs

    Deu, fui bloqueando uma galera pouco a pouco, exclui outras tantas, parei de publicar, passei a curtir e comentar só pra interagir, e por fim percebi que já tinha perdido o sentido pra mim.
    Agora veio uma amiga, perguntar se eu tinha excluído ela do “feice”, mas gente, ela mora do meu lado! Nem tem pq eu ter o facebook de uma vizinha, é só gritar aqui pelo muro pra ela ir até o portão… rs

  • Henrique Doni • 26.06.2014 @ 23:32 responder

    Olhe! eu excluir o meu face definitivamente dia 04 de junho e ele saíu pra sempre do ar dia 18 de junho e não tá me fazendo falta não graças a Deus , vou passar a usar o e-mail que deixei muito abandonado quando chegou as redes sociais desde o orkut .
    O FACEBOOK é um vicio vc fica compulsivo por postar fotos toda hora e tbm vc ver uma foto quer comentar e o pior que quando vc comenta nem sempre a pessoa gosta pq vc fez um elogio exagerado ou sei lá o que , aí eu me pergunto poque posta então ? não é facil essa vida facebookiana onde nem sempre agradamos e sem contar que de vez em quando aparece alguem que nem tá na sua lista de amigos vai nas mensagens e te critica apenas porque vc escreveu uma palavra errada kkkk sem contar as falsidades conversa com vc muitooooo no bate papo do face mais pessoalmente nem quer te ver .
    pretendo ficar um monte de anos sem rede social sumi no mundo e nada melhor sumi do mundo do que sumi do facebook.

  • Thiago Barbosa • 3.07.2014 @ 21:02 responder

    Oi eu Também excluir meu facebook por vários motivos entre eles que eu me sentia excluído eu achava que a vida das pessoas ela melhor que minha o facebook me dava depressão porque eu postava fotos minhas e ninguém quase curtia e isso me deixava triste e mal porque me sentia excluído eu achava que ninguém gostava de min eu ela excluído também sem motivos nenhum eu mandava solicitação de amizade para pessoas com amigos e comum Comingo mais ele não me aceitava eu ficava triste por isso porque ser meus amigos tinha aquela até meu primo tinha a mesma pessoas eu queria fazer parte daquela amizade e ninguém mandava solicitação de amizade pra min outro motivo por te excluído essa droga de facebbok era o vicio que eu tinha e hoje sou feliz sem esta rede social eu não preciso dele pra ser feliz pra min facebok em vez de aproximar as pessoas ele distância mais um do outro e hoje me sinto me melhor sem ele sou mais feliz!

  • Thiago Barbosa • 3.07.2014 @ 22:16 responder

    O facebook também tem muitas falsidades e mundo de ilusão e muitas pessoas principalmente meninas postar fotos todos dias quase nuas só pra ver quem ganham mais curtidas e lá ninguém `e amigo de ninguém só tem falsidades.

  • Thiago • 3.07.2014 @ 23:48 responder

    Nossa eu fico feliz de ler estes relatos por que `e bom saber que tem pessoas que conseguiram ser libertar desta rede social e ser mais feliz e saber que eu não sou o único que sofreu por causa do facebook.

  • gislene • 7.07.2014 @ 11:51 responder

    todo mundo que usa o facebook tem sempre aquela pessoa que vc so entra no face pra falar com ela que sem ela parece q seu dia nao e completo . pois e eu tinha meu motivo e achava que eu era o motivo dele tbm mas gracas ao face descobre que so eu me sentia assim ,ja estava querendo desativar meu face a algum tempo e ficava arrumando desculpas pra nao exclui a pag e finalmente tomei coragem e desativei nossa ja faz 5 diasss e estou feliz so to sentindo falta das paginas de humor rsrsrs.

  • Juliana Cleto • 10.07.2014 @ 20:36 responder

    Estamos no mesmo barco! Não aguentava mais tanta hipocrisia e falsa felicitada pipocando para todo lado (isso para não mencionar mal entendidos, supostas indiretas, fotos suspeitas e tudo de pior que a mente humana é capaz de maquinar).

    Também sentia falta do tempo em que eu lia longos textos jornalísticos na internet, encontrava sites legais, jogos interessantes… perdi essa habilidade com a vinda do maldito Facebook, haha.

    Não suporto ver gente na rua, elevador, supermercado, balada, cinema, museu, etc, na porcaria do Facebook ou Instagram querendo mostrar o que faz!

    Acredito que com o tempo as pessoas vão sentir muita falta do contato real e aos poucos vão abandonar a vida virtual. Só acho que antes disso elas vão passar por uma fobia terrível do contato verdadeiramente pessoal. Que pena… 🙁

  • Juliana Cleto • 10.07.2014 @ 20:38 responder

    Estamos no mesmo barco! Não aguentava mais tanta hipocrisia e falsa felicidade pipocando para todo lado (isso para não mencionar mal entendidos, supostas indiretas, fotos suspeitas e tudo de pior que a mente humana é capaz de maquinar).
    Também sentia falta do tempo em que eu lia longos textos jornalísticos na internet, encontrava sites legais, jogos interessantes… perdi essa habilidade com a vinda do maldito Facebook, haha.
    Não suporto ver gente na rua, elevador, supermercado, balada, cinema, museu, etc, na porcaria do Facebook ou Instagram querendo mostrar o que faz!
    Acredito que com o tempo as pessoas vão sentir muita falta do contato real e aos poucos vão abandonar a vida virtual. Só acho que antes disso elas vão passar por uma fobia terrível do contato verdadeiramente pessoal, se é que isso já não está acontecendo. Que pena… 🙁

  • laura • 8.08.2014 @ 11:27 responder

    eu desativei o meu ontem..#to sofrendo…..foi só pra mim dar um tempo…..a minha vida não pode se resumir a isso…..sinto que fiquei dependente sabe,,, não devo ficar muitos dias…mais sinto que o face tava mim dominando sabe e é eu que devo dominar ele..tenho que ter domínio próprio e isso eu não estava tendo….ficava 24 horas no face…..não tinha tempo nem para minhas filhas,,,afffffffff…

  • jane • 12.08.2014 @ 22:46 responder

    Acabo de excluir definitivamente o meu face e me sinto ótima. Fiz isso por todos os motivos aqui citados. Estava me sentindo uma pessoa medíocre e no face postava coisas que não reconheço como minhas. Amigos só de aparência. Vc acaba se isolando do mundo real e alimenta mágoas e ressentimentos. Pra mim já deu.

  • Alena • 25.08.2014 @ 12:21 responder

    Deletei meu facebook esse mês e o motivo foi que o relacionamento que tinha com alguns amigos acabaram se esfriando por conta dessa rede, parecia que eu era obrigada a curtir coisas que eu não gostava só por “educação”, e quando parei de fazer isso alguns amigos começaram a se afastar, tinha muitas pessoas que eu nem conversava pessoalmente, além havia uma certa frustração em ver fotos de amigos que saiam sem mim ou coisa do tipo, parecia que a vida dos outros parecia sempre boa e para pessoas como eu que estão passando por um periodo de ansiedade faz mal, ficava chateada e acabava me afastando por isso (sei que foi infantil), além de distrair demais ou então ficar “ausente” numa roda de conversa por mexer tanto no celular e nem postava nada só olhava mesmo, notícias e coisas repetidas, na verdade o mal uso das pessoas foi um dos motivos. É estranho excluir pq parecia que sua vida se resumia aquilo, essa é a sensação que o vício deixa, isso é só no começo, porque eu nasci sem e posso viver sem facebook. Agora posso dar mais atenção ao relacionamentos pessoalmente, conversar e me surprender com meus amigos e familiares.

  • Thiago • 12.09.2014 @ 09:57 responder

    o Facebook na minha opinião esta afastando as pessoas um das outras um querendo ser melhor que o outro lá todo mundo mandar solicitação de amizades pra qualquer só dizer pra ter muitos amigos mais não quer saber daquelas pessoas muita falsidade o facebook na minha opinião não ´e uma rede social ´e uma rede anti social por isso que eu cair disso me libertei desta prisão chamada facebook pretendo nuca mais ter isto na minha vida!

  • Thiago • 12.09.2014 @ 09:59 responder

    o Facebook na minha opinião esta afastando as pessoas um das outras um querendo ser melhor que o outro lá todo mundo mandar solicitação de amizades pra qualquer só dizer pra ter muitos amigos mais não quer saber daquelas pessoas muita falsidade o facebook na minha opinião não ´e uma rede social ´e uma rede anti social por isso que eu cair na real

    disso me libertei desta prisão chamada facebook pretendo nunca mais ter isto na minha vida! – See more at: http://donttouchmymoleskine.com/vida-sem-facebook/#sthash.HalETVdn.dpuf

  • Thiago • 12.09.2014 @ 10:03 responder

    o Facebook na minha opinião esta afastando as pessoas um das outras um querendo ser melhor que o outro lá todo mundo mandar solicitação de amizades pra qualquer só dizer pra ter muitos amigos mais não quer saber daquelas pessoas muita falsidade o facebook na minha opinião não ´e uma rede social ´e uma rede anti social por isso que eu cair na real me libertei desta prisão chamada facebook pretendo nunca mais ter isto na minha vida.-

  • Thiago • 21.10.2014 @ 20:12 responder

    Facebook tem que acabar mais rápido possível por que está destruído a vida das pessoas e ninguém perceber isto o dia que este lixo de facebook acabar eu acho que vai ser o dia mais Feliz da minha vida odeio facebook!

  • Thiago • 21.10.2014 @ 20:17 responder

    Eu vir uma noticia na internet que o facebook vai acabar daqui a 5 anos espero que chegue logo pois eu quero que o facebook cheger ao fim

  • Thiago • 21.10.2014 @ 21:23 responder

    Eu sei muito bem resumir e definir o facebook o facebook = falsidades mentiras inveja ciúmes intrigas brigas brigas fofocas tristeza depressão baixa estima raiva humilhação ódio resumindo facebook só tem coisa Ruim.

  • Thiago • 1.11.2014 @ 01:26 responder

    O mundo de hoje ` e só facebook e internet não `e mais como antigamente e que as pessoas tinha amigos de verdade e hoje não exister mais infância porque as crianças de hoje em dia só ficam em facebook esta coisa maldita facebook esta acabando com humanidade infelizimente.

  • Thiago • 1.11.2014 @ 01:31 responder

    Alguém ai concorda o que eu faei ai? Ou vocês acham que estou atacando o facebook? Eu estou atacando o facebook metendo o pau e adoro fazer isso!! Kkk

  • Thiago • 12.11.2014 @ 00:59 responder

    Facelixo kkk

  • Márcio • 15.11.2014 @ 23:44 responder

    Eu estou planejando uma vingança contra o facebook pra ele sair do ar no Brasil para sempre.

  • André • 19.11.2014 @ 14:52 responder

    Pelos motivos já apontados, também decidi desativar minha conta. Além do mais, andava muito desconcentrado em relação aos afazeres diários (estudos, por exemplo). Reconheço que boa parte das redes sociais são uma boa ferramenta de compartilhamento, no entanto, a partir do momento em que as elencamos como “única” fonte de informação, inevitavelmente restringimos nosso campo de busca e conhecimento. Quanto às relações interpessoais, acho que elas são mais do que a superficialidade do Facebook (refiro-me às verdadeiras). Cansei, simples assim. Agora, estou bem menos ansioso, mais focado no que realmente importa, vislumbrando menos cafonices (rs, sim porque o que tem de gente cafona e sem noção…) e sobretudo mais feliz!

  • christina • 20.11.2014 @ 12:04 responder

    Olá achei esse site e me gostei muito do post…acabei de desativar temporariamente meu facebook. Era um vicio total…e também estou dando um tempo para mim mesma colocar as ideias em pratica e no lugar e com o facebook isso não vai acontecer. Acho que vou estranhar no inicio..mais vou fazer um esforço porque minha qualidade de vida vinha vindo se declinando principalmente a emocional. Tive meus motivos..mais prefiro assim. E no meu perfil tinha parentes que nunca curtiam nada meu e nem falavam comigo como amigos também que se eu não falasse um ” oi” eles não falavam então resolvi fazer essa experiencia… se ninguém fala comigo aqui para que saberem da minha vida. Mesmo com perfil eu me sentia invisivel ou como se fosse apenas uma figurante ali no perfil dos outros. E era uma competição e uma futilidade tamanha. Enfim estou entrando num período sabático, No inicio será dificil se readaptar a vida sem o facebook mais vou conseguir.. quando eu estiver melhor quem sabe volto ..abraço a todos!!!

  • Yussef • 23.01.2015 @ 17:35 responder

    Saiam deste sistema. Ele causa depressão, TOC, deixa você radical demais e ansioso. O que você preferia, estar andando a cavalo em uma praia maravilhosa, ou ficando com os olhos vermelhos de tanto usar o facebook? Pense nisso.

  • Mile • 5.02.2015 @ 21:02 responder

    Eu tenho muita vontade de deixar o Facebook, muita mesmo. Porém, sou estudante, faço faculdade, os comunicados são todos via Facebook, até mesmo os professores passam trabalhos e marcam datas por lá. Então, se eu sair ficaria alheia aos assuntos a serem tratados e até mesmo avisos de datas importantes. Isso me deixa muito triste, porque não gosto dessas redes sociais e tengo até certa aversão.

  • marcilia • 11.02.2015 @ 11:41 responder

    Eu gostaria realmente de excluir definitivamente meu facebook de uma vez por todas.
    Nao suporto esses quatorze dias de espera, isso so me deixa ansiosa e acabo entrando novamente em meu face.
    Me ajudem, please???!

  • marcilia • 11.02.2015 @ 11:44 responder

    Concordo com vc Thiago

  • Filipe Justo • 13.03.2015 @ 10:05 responder

    Bom vamos lá, hoje esta sendo meu primeiro dia sem facebook eu me considerava um viciado, postava uma média de 10 fotos motivacionais por dia, mas um viciado do bem, eu tenho um grupo de corrida e postava fotos das corridas dos treinos e tambem das nossas campanhas sociais, fico um pouco chateado porque não posso me desvincular totalmente dependo do facebook para fazer propagandas das campanhas sociais tipo campanha do agasalho e pedir colaboração do pessoal.. mas vou tentar entrar no facebook só nos domingo, tentar usar o face como um email, acho que vai ser mais dificil me desvincular dele por me manter acessando uma vez por semana, mas sei que possível se tiver vontade.. quero uma vida melhor, postar uma foto e esperar para ganhar curtidas isso não é vida para ninguém é deprimente e carente essa situação. Eu fico me perguntando e ve se vocês sabem me responder, o rapaz que criou o facebook (eu não sei o nome dele) mas sera que ele tem um perfil no facebook??? poque tu não ve nenhum grande empresario ou uma pessoa bem sucedida no facebook, eles não perdem tempo com isso, querendo mostrar para os outros que estão bem, ou querendo saber da vida dos outros eles simplesmente fazem sua vida sem demonstrar nada para ninguém, porque quem tem que saber que esta dando certo e só eles. Bom esse é meu jeito de pensar to tentando me livrar da necessidade de demonstrar para os outros que eu estou bem. quero ser auto-suficiente. E acho que viver sem o facebook vai me ajudar a superar minha timidez e meu mal jeito para puxar assunto com as pessoas. um Abraço pessoal vou começar acompanhar essa pagina para me manter focado em deixar o facebbok de lado.

  • ane • 17.03.2015 @ 00:01 responder

    Saí do Facebook pela segunda vez, a primeira faz muito tempo! Voltei e fiquei desde 2011! Sou uma pessoa relativamente popular, com muitas curtidas em fotos e comentários, mas me enchi, cansei! Falta tolerância, esbanja futilidade, e quanto a isso, sem problemas, mas eu talvez também intolerintolerante resolvi mudar! Sair um pouco do universo matrix! Cansei dos textos atribuídos às pessoas erradas, cansei da auto auto-ajuda, que não ajuda nada, kkkkk! E estou vivendo uma sensação de liberdade, leveza, sem vaidade excessiva! Vivendo no mundo real, na esperança de ser mais feliz aqui fora!

  • Thiago • 21.03.2015 @ 00:35 responder

    o facebook é uma perca de tempo atrapalhou demais a minha vida este lixo!

  • Thiago • 21.03.2015 @ 00:38 responder

    eu sinto que o fim do facebook esta proximo do fim e não vai demora muito não pra acabar espere que o facebook acabe logo!

  • Naty • 23.03.2015 @ 01:32 responder

    BOM,AO LER TODOS OS RELATOS A RESPEITO DE FACEBOOK,EU DECIDI TAMBÉM DESATIVÁ-LO,POIS DEPOIS QUE DEUS ME TOCOU,EU NUNCA MAIS SENTI VONTADE EM ACESSAR ESSA REDE CHAMADA FACEBOOK.ASSIM,ME SINTO BEM MELHOR!ENTÃO,EU PENSO QUE O FACEBOOK ESTÁ CADA VEZ MAIS PERDENDO ESPAÇO NA PREFERENCIA!EU NÃO DESEJO MAIS VOLTAR A TÊ-LO,POIS ACREDITO QUE JÁ ESTRAGOU MUITAS COISAS BOAS!

  • Thiago • 30.04.2015 @ 00:13 responder

    eu odeio facebook aquela coisa manipuladora!!!!!!!!!!!!!

  • Enila • 30.04.2015 @ 13:20 responder

    Deixei o Poderoso Facebook há um dia atrás por causa do meu ex que me incomodava no inbox pra voltar, sendo que nós terminamos não de uma forma amigável há mto tempo atrás, vcs entenderam! Desde que terminei, eu era apaixonada por ele até uns 2 anos atrás, eu até pensei em reatar com ele mas fiquei sabendo de algumas coisas dele que me deixaram de cabelo em pé, claro que eu já sabia que ele tinha um temperamento forte e ciumento também. Como zelo pela minha proteção física e psicológica, eu não vou pagar pra ver!!! Também deixei o Face pela falsidade e o exibicionismo exorbitante que alguns “amigos” meus de lá faziam, fotos do filho (a) recém-nascida no berçário, casal feliz e sorridente no restaurante chiquetésimo ou no parque no fim de semana, o que me “caiu os butiá do bolso” como se diz aqui no RS, de uma amiga minha ter postado a foto do cara que não havia assumido o filho da filha ou neta dela, cobrando pensão e presença. Eu achei tão desnecessário, tão chato que se é cmg eu nunca mais dou assunto, ainda mais com assuntos super delicados como briga de casais com filhos no meio disso tudo, resolve na justiça poxa e não pelo Face, é mto constrangedor!!! E é em tudo qto é lugar eu vj as pessoas alienadas no iphone vendo o feed, o insta, enfim… O que tiro de lição é não fazer dos sites de relacionamento o seu diário pessoal, onde anotamos como foi o dia (acordei assim, caguei assado) onde somos expostos como no meu caso.

  • Nome*LiINA • 30.04.2015 @ 16:38 responder

    Mensagem
    Eu nunca tive facebook, nunca tive vontade de expor minha vida, minhas relações… O face só demonstra o lado “feliz da vida”, todos são felizes, bonitos, com muitos amigos, só comem coisas boas, enfim… Não vejo verdade em nada daquilo, a vida real é diferente, difícil, mas ainda sim, muito mais bonita… Postar tudo o que se vive, esperar o dia todo por curtidas, para que isto??? As pessoas não escutam a voz do outro, não fazem questão de um abraço… Prefiro mil vezes a vida real do que esta falsa vida virtual…

  • thiago • 1.05.2015 @ 22:41 responder

    facebosta

  • thiago • 1.05.2015 @ 22:45 responder

    este site aqui e maravilhoso nota 100 nota 100000 parabes para os criadores desta pagina pois desmostra oque as pessoas tem por este site maldito que destroi a vida das pessoas esta coisa causa tristeza e baixa estima e inveja!

  • thiago • 6.05.2015 @ 19:38 responder

    o Facebook manipula as pessoas.

  • thiago • 15.05.2015 @ 01:12 responder

    facebook para mim = vicio mentira falsidade intriga brigas indereta falsa felicidades exibicao tristeza baixa estima depressao fofoca falta de privacidade resumindo facebook e isso e nada mais e uma rede social por tudo que eu cite beijos e abracos!!!!!!!!

  • thiago • 15.05.2015 @ 01:13 responder

    o facebook e formado por isso que eu citei.

  • thiago • 9.06.2015 @ 19:54 responder

    SAIA TODOS DESTE FACEBOOK E UMA DROGA ELE VIA E NAO DEIXAR AS PESSOAS FAZEM AQUILO QUE TEM QUE FAZER POR CAUSA DO FACEOOK ELE ATRAPLHA A VIDA DAS PESSOAS ALEM DE DESTRUIR RELACIONAMENTOS E AMIZANDES DE VERDADES!

  • Amanda • 13.07.2015 @ 11:18 responder

    Nem sei direito como vim parar neste site, mas acabei me identificado bastante com a opinião da galera e assim percebi que não estou sozinha nessa. Porém, parece que os 100 e poucos “amigos” de minha timeline não pensam assim. Adoram postar tudo quanto é coisa e se exibir, pois a rede parece mesmo uma competição entre “celebridades”. Há coisas boas no facebook, devo reconhecer, e o contato com amigos distante é uma delas, além da troca de algumas informações, eventos e quando há mobilização coletiva para causas de impacto. Agora, o lado ruim já foi citado por todos, não exibi minha vida abertamente fora, que dirá na rede social. Mas todo mundo têm uma vida legal e invejável para exibir. Não digo que todos meus posts foram legais pq a rede é um contágio – quando você percebe, acaba postando aquele tipo de coisa que odeia – indiretinhas, mensagezinhas de auto-estima e por aí vai. O facebook é uma doença e um contágio nem sempre saudável, a depender do modo como as pessoas o utilizam.

  • Amanda • 13.07.2015 @ 11:26 responder

    Tomei uma bota nos últimos dias e o perfil da mina tá lá.. Ela não posta muito (assim como eu) mas eu tô lá.. Todos os dias dando uma espiada, esperando uma novidade, talvez ruim, esperando que poste alguma foto, quem sabe com a atual, para eu me afundar de vez. Isso é uma tortura. Quero ficar um tempo sem acessar nada.. Só qdo realmente for necessário, tiver uma mensagem (boa) para mim, algo que julgar interessante e etc. Eu não acredito muito em Facebook.

  • Gilmar • 24.07.2015 @ 00:55 responder

    O Facebook na minha opinião poderia muito bem ser chamado também de Falsebook. Hoje, depois de tantos ensaios e tentativas, finalmente excluí minha conta. A sensação de alívio é indescritível, não sei como explicar, é como se eu acabasse de sair de uma UTI em estado terminal e voltado a ser uma criança. Foram cerca de 4 anos nesse site, algumas poucas alegrias e infinitas decepções, troca de farpas, gente defecando pela boca, fora a enxurrada de falsidade. No início, quando entrei, imaginei que fosse um excelente lugar pra se fazer novas amizades, reencontrar velhos amigos e conhecidos… sim, realmente reencontrei alguns, porém não eram mais nem sombra do que eram quando os conheci pessoalmente. Cansei de ver gente mendigando likes, cansei de ver gente “feliz” com amigos na balada enchendo o caneco, cansei de ser verdadeiro e só receber falsidade em troca. Eu sempre pensei que o intuito de uma viagem era única e exclusivamente se divertir, conhecer e apreciar o lugar, fotografar pra guardar de recordação, mas acho que me enganei, pois a impressão que me passava era que a pessoa estava muito mais preocupada em se exibir em fotos do que propriamente apreciar a viagem em si. Você vai a uma pizzaria com amigos pra se divertir e comer uma bela pizza ou pra ficar fotografando e postando a cada 5 minutos a foto do queijo derretido ou do caroço da azeitona preta? Senhor, tende piedade, era muita futilidade pro meu estômago digerir. E o sentimento ruim de exclusão que sentia quando entrava online naquele abençoado bate-papo, tanta gente online, mas nenhuma pra mim? E os fofoqueiros de plantão? Ah, esses se esbaldavam (e vão continuar se esbaldando, mas não contarão mais comigo). Fora tantas outras coisas que nem vou conseguir lembrar.
    Acabei de passar super bem em um concurso público, se Deus quiser em breve estarei de emprego novo e salário muito melhor… quem sabe isso não me sirva de alavanca pra conhecer novas pessoas e fazer novas amizades?
    Agora terei muito mais tempo pra fazer coisas que gosto: ler, fazer caminhadas, pedalar, pescar, pegar estrada…
    Talvez a exclusão da minha conta tenha sido um tiro no pé, pois posso dizer que hoje não tenho nenhum amigo na vida real, talvez por culpa minha mesmo, não sei… mas sinceramente? Esperar o que do Facebook? Antes uma solidão verdadeira do que mil companhias falsas.

  • thiago • 25.07.2015 @ 00:27 responder

    voce falou tudo corcondo contigo!!

  • Michelle • 4.08.2015 @ 16:25 responder

    Para mim facebook não está fazendo a menor falta.
    Muito pelo contrário. Estou vivendo muito melhor agora sem ele na minha vida. Na minha opinião tirando os grupos, comunidades e afins não vejo utilidade nenhuma naquilo. No mais só tem baboseira, exibicionismo desnecessário, falsidades, pessoas que te adicionam por adicionar, só pra bisbliotar, encher o saco.
    Sem facebook, além de tudo, tenho mais tempo para fazer as coisas que realmente são importantes pra mim. Estou me dedicando mais aos meus trabalhos. Estou mais presente na vida das pessoas que realmente importam pra mim. E não naquele mundinho falso, onde tudo é perfeito, é lindo e todos são muito felizes. (Se está soando coisa de gente invejosa, recalcada, pensem o que quiser. É minha opinião apenas. Ninguém é obrigado a pensar como eu, não é verdadew Eu sei respeitar as diferentes opiniões por mais que não eu não concorde com elas. Então, peço-lhes humildemente para não me interpretarem mal. É só minha sincera opinião sobre o assunto.
    Ali perdia tempo demais. Era muita futilidade o tempo todo. Enchi!
    Mas enfim.. nada contra que continua usando e gosta. Mas pra mim particularmente, há vida sem facebook. tenho outros meios pra comunicar como meu e-mail, meu instagram (que ainda uso), meu blog.. ahhh.. e pessoas que realmente são meus amigos tem outros meios de se comunicarem comigo. Os que não procuram mais e não tão nem aí já sei que na verdade nunca foram seus amigos e que não faço diferença nenhuma na vida deles. E eles, claro não fazem a menor diferença na na minha também.. kkk.. ninguém tem que mendigar por isso. Pelo amor de DEUS!.. Essa que é a verdade. Só sei que gosto de ser livre. Não gosto de nada que começa a me controlar, dominar ao invés de eu mesma ter controle da coisa. E facebook virou vício, virou mania. Infelizmente essa é realidade. São raras exceções que não participam dessa rede.

  • thiago • 10.09.2015 @ 20:44 responder

    Adorei Michele seu comentario as pessoas que nao tem facebook e muito aro infelizimente elas sao feliz e nao precisar de facebook pra demostra a sua felicidade do mundo realmente existir vida fora do facebook sim!

  • thiago • 10.09.2015 @ 20:46 responder

    raro*

  • Thiago • 23.09.2015 @ 22:49 responder

    eu lir noticias que o facebook vai dura até 2017 tomara que isso seja amizade que assim seja

  • Thiago • 23.09.2015 @ 22:50 responder

    eu lir noticias que o facebook vai dura até 2017 tomara que isso seja amizade que assim seja

  • Thiago • 23.09.2015 @ 22:51 responder

    eu lir noticias que o facebook vai dura até 2017 tomara que isso seja amizade que assim seja

  • joaquim • 3.10.2015 @ 00:04 responder

    bom as pessoas que nao gostam de facebook falar que ele nao server pra nada mais serve sim a utilidade do facebook e causar inveja intrigas brigas ciume fim de realacionamento ou seja facebook so tem utilidade ruim pronto falei.

  • joaquim • 3.10.2015 @ 00:04 responder

    bom as pessoas que nao gostam de facebook falar que ele nao server pra nada mais serve sim a utilidade do facebook e causar inveja intrigas brigas ciume fim de realacionamento ou seja facebook so tem utilidade ruim pronto falei.

Deixe seu comentário